Soja

Safra recorde de soja exigirá estrutura para escoamento da produção

22/10/13
Paulo Fachin, diretor presidente da Ceagro, diz que o país precisa investir em ferrovias e portos para seguir na concorrência com os Estados Unidos

Pela primeira vez na história, a safra de soja brasileira promete superar a norte-americana, em condições climáticas normais. Em volume total de produção, o ciclo 2013/14 deve fechar em 88 milhões de toneladas do maior produto de exportação do país. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), um aumento de 24,5% em relação ao ciclo anterior.

De acordo com Paulo Fachin, diretor presidente da Ceagro, os produtores brasileiros, altamente tecnificados, não pouparão recursos para adquirir os insumos necessários para bater este recorde e combater pragas e doenças. “Uma boa implantação das lavouras é fundamental para que se possa atingir boa produtividade, aliado aos tratos culturais” diz, lembrando que é possível manter a produção em alta sem prejudicar as áreas de preservação ambiental.

Contudo, o diretor presidente da Ceagro alerta que os governantes ainda precisam resolver gargalos de infraestrutura, para que o quadro de evolução da soja não fique pelo caminho. “A dúvida e preocupação que pairam no setor é se iremos realmente construir as ferrovias, portos, armazéns e rodovias que vamos precisar para dar conta desse crescimento nos próximos anos”, argumenta Fachin.

Segundo o especialista, se esses investimentos forem realizados, o Brasil terá potencial para crescer ainda mais, sem a necessidade de avançar sobre as florestas naturais. “O ideal é utilizarmos o estoque de áreas de pastagem degradada. Elas podem ser convertidas em lavouras com certa facilidade”, completa.

 

Fonte: Agrolink