Pecuária

Russos podem intensificar parceria com o Brasil

27/05/2014

Neri Geller afirmou que vai agilizar envio de listas de potenciais fornecedores brasileiros de carne para a Rússia

Durante encontro com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, o chefe do serviço sanitário russo (Rosselkhoznadzor), Sergey Dankvert, disse estar satisfeito com as relações com o Brasil, demonstrando potencial para intensificar a atual parceria. A reunião ocorreu nesta segunda-feira (26) em Paris, na França, durante a 82ª Assembleia Geral da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

O ministro Geller afirmou que vai acelerar o envio de listas de potenciais fornecedores de carne para a Rússia, no intuito de manter a estabilidade do fornecimento brasileiro àquele país.

Também durante o encontro, foi destacada a importância do monitoramento do serviço sanitário brasileiro como garantidor da sanidade do produto exportado.

O ministro Geller disse que a questão é tratada como prioridade e salientou o comprometimento pessoal em melhorar ainda mais a estruturação da área de defesa agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), além de manter estabelecida uma relação direta e transparente com a Rússia.

As autoridades demonstraram interesse em encontrarem-se novamente por ocasião da visita, em julho, do presidente russo Vladimir Putin à presidenta Dilma Rousseff.

Habilitações
No primeiro quadrimestre de 2014, o Rosselkhoznadzor habilitou três empresas brasileiras para exportarem ao país. Destas, duas são de abate de bovinos e uma de abate de suínos. São elas: Frigorífico Astra, do Paraná (SIF 1251); VPR Brasil, Paraná (SIF 2153); Vale Grande e Seara Alimentos, Santa Catarina (SIF 3392).

Fonte: Min. da Agricultura, Pecuária e Abastecimento