Sanitário

RS: Seis são presos em 8ª fase da Leite Compen$ado

14/05/15

* Com informações de José Ody

Seis pessoas, entre elas o proprietário da Transportes Odair Ltda Campinas do Sul, foram presas na manhã desta quarta-feira pela Polícia Federal (PF) na 8ª fase da operação Leite Compen$ado. Foram cumpridas ainda três medidas cautelares e oito mandados de busca e apreensão em Campinas do Sul, Jacutinga e Quatro Irmãos no Norte do Estado.

De acordo com o Ministério Público (MP), 39 laudos elaborados pelos laboratórios da Univates e da Alac apontaram que houve fraude pela adição de água ao leite cru refrigerados e entregues pela Transportes Odair Ltda. e recebido pela Cooperativa de Pequenos Agropecuaristas de Campinas do Sul (Coopasul). Também foi detectada alteração na densidade do leite (por adição de produtos como sal, açúcar ou amido de milho, por exemplo), acidez elevada (que indica a deterioração por microorganismos) e adição de soro de leite.

A oitava fase da operação investigou um casal proprietário da Transportadora Odair Ltda., três motoristas da empresa, que participavam ativamente da adulteração, um responsável pelo laboratório da Coopasul, bem como o próprio presidente da cooperativa, que recebia as cargas de leite adulterado e as dava destinação final, a partir da diluição de leite velho com o leite bom.

As advogadas Cricieli Murano e Valderes Baratieri, que representam o proprietário da Transportes Odair (Odair Melati) e disseram que estão tomando conhecimento dos fatos para adotar as medias cabíveis.

Além disso, as investigações mostraram que o transportador lançou na conta de uma produtora rural até o triplo do leite coletado, o que “disfarçaria” o aumento no volume do leite a partir da adição de água. Foi indicado, inclusive, um escritório de contabilidade para regulamentar o imposto de renda da produtora.

A ação é das promotorias de Justiça Especializada Criminal, de Defesa do Consumidor e de Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária, além do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Receita Estadual. Os trabalhos são realizados com apoio da Brigada Militar (BM).

Além do MP, participaram da operação representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Receita Estadual. Os trabalhos foram realizados com apoio da Brigada Militar.

 

Fonte: http://www.agrolink.com.br/