Variedades

Roos apresenta novas variedades de trigo

Um grupo de 250 produtores rurais participou do Dia de Campo promovido pela empresa E. Orlando Roos & Cia Ltda, de Não Me Toque, na terça-feira (19). De acordo com o gerente técnico da empresa, Arlei Krüger, durante o evento os agricultores tiveram o privilégio de conhecerem cinco lançamentos de cultivares de trigo, que estarão no mercado para a próxima safra. “Já tradicional, o dia de campo que promovemos é um dos momentos que a área técnica da empresa disponibiliza informações em primeira mão das novas variedades que o triticultor poderá levar para a sua propriedade, para o ano seguinte”, salienta Krüger.

Conforme Krüger, as áreas experimentais, onde o produtor conhece as novas cultivares, são o espelho exato do campo. “Aqui acontece tudo o que vai acontecer na lavoura do produtor, depois que entrar a variedade no mercado para ele comprar”, explica, salientando que durante o dia de campo o produtor tem acesso as informações sobre os “tratos culturais” que mostram a realidade do campo. Krüger aponta que, hoje de 20% a 30% das semeaduras do trigo acontecem com lançamentos de cultivares. “O triticultor troca a cada três ou quatro anos as variedades, pois as pesquisas sobre a cultura estão sempre inovando, possibilitando a renovação constante das lavouras”, frisa.

Entre os pontos que o gerente técnico da empresa destaca está a importância da genética das variedades de trigo. “Escolher uma semente de boa qualidade é fundamental para os resultados positivos na hora da colheita”, reforça.  O gerente técnico deixa um alerta aos produtores, enfatizando que o foco deles deve estar voltado para a qualidade industrial do grão que vão tirar das lavouras. Ele ainda cita que hoje é possível levar para a propriedade lançamentos com características definidas para a produção de farinha de pão, ou então de bolachas. Para o gerente, o trigo continua sendo a principal cultura de inverno, que tem potencialidade em determinados cultivares, de produzir até 80 sacas do cereal por hectare.

O evento teve participação de cinco obtentores de genética, Embrapa-Trigo – Fundação Pró Sementes, OR Sementes – Biotrigo, Coodetec, e Fundacep. Na área de controle químico, a Bayer CropScience apresentou seus destaques com uso de fungicidas e inseticidas.

Fonte: http://www.diariodamanha.com/noticias.asp?ID=1498