Raças

Raça Belgian Blue

Este gado originou-se na Bélgica central e corresponde por quase a metade do gado no rebanho nacional. Este gado se formou pelo cruzamento do gado nativo da região com o gado de Shorthorn importado da Inglaterra de 1850 a 1890. Algumas fontes também citam a introdução da raça charolesa no rebanho de cria ao longo do século IXX. Em princípios do século XX houve um grande trabalho de multiplicação da raça. Neste período, a raça foi dividida em duas linhagens, uma principalmente para produção de leite e a outra para a produção de carne. Hoje é selecionada basicamente para a produção de carne.

A raça Belgian Blue é relativamente nova na América do Norte e América do Sul, mas está ganhando aceitação rapidamente pelos criadores. O Belgian Blue que existe hoje é o resultado do melhoramento genético seletivo e do desenvolvimento administrado na Bélgica pelo Professor Hanset do AI Center na Província de Liege.

O Belgian Blue não é um animal de tamanho grande, com esboço arredondado e músculos proeminentes. O ombro, quarto trazeiro, lombo e anca são muito musculosos. A garupa é ampla, a anca levemente inclinada, o rabo é proeminente. Tem membros fortes e caminhar fácil. A pelagem é de coloração composta de branco, azul e às vezes negro. A raça é conhecida por seu temperamento quieto.

Fonte:  http://www.ourofino.com/saude-animal/ruminantes/guia-de-racas/letra-b.html