Qualidade do arroz brasileiro garante valorização no mercado externo, aponta Federarroz

Publicado em 18/09/2018

Setor vem recebendo prêmio de aproximadamente US$ 15,00 a tonelada e exportação deve superar 1,2 milhão de toneladas no ano comercial.

Pela primeira vez em sete anos, desde que se deu início às exportações de arroz em casca pelo Brasil, o país vem aumentando sua competitividade em relação ao arroz produzido nos Estados Unidos. Vem sendo pago um prêmio aproximado de US$ 15,00 por tonelada em relação aos países da América Central, região importadora e exigente em qualidade. A informação é da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz).

O presidente da Federarroz, Henrique Dornelles, afirma que o setor comemora esta conquista que foi construída junto com outras entidades e as tradings que operam com exportação do grão. “O arroz brasileiro vem se consolidando em função de sua qualidade. Está sendo muito importante o trabalho realizado pelas tradings, pela Federarroz e pelo Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga)”, destaca.

De março a agosto, conforme números do Irga, já foram exportadas 767,87 mil toneladas. A estimativa do setor é de que se supere 1,2 milhão de toneladas previstas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para o ano comercial, de março de 2018 a fevereiro de 2019, sendo assim confirmando a expectativa de que os estoques de passagem para o arroz sejam os mais justos dos últimos anos.

Fonte: Federarroz