Pecuária

Qualidade da carne bovina brasileira é apresentada pela ABIEC na Anuga

Publicado em 17/10/2017

Para qualificar a percepção da carne brasileira no exterior e estreitar relações comerciais com países importadores, a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC) esteve na Anuga, feira do setor alimentício, que teve a edição de 2017 realizada em Colônia, na Alemanha, entre os dias 7 e 11 de outubro. A ação fez parte do projeto Brazilian Beef, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Segundo os organizadores, aproximadamente 160 mil pessoas puderam conferir de perto as inovações apresentadas pelos 7.400 expositores participantes – números que fazem da Anuga um dos principais e maiores eventos de inovações em produção de alimentos do mundo.

Em um estande que serviu de vitrine para a exposição de 20 produtores brasileiros de carne bovina, a entidade recebeu mais de 5 mil visitantes, que puderam obter informações sobre métodos de produção, iniciativas de fiscalização e outros processos que tornam o Brasil um dos maiores e mais preparados exportadores do produto.

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Blairo Maggi, compareceu ao estande da ABIEC em dois dias, prestigiando a presença brasileira no evento e contribuindo com negociações que ampliam o leque de possibilidades para as exportações de alimentos produzidos no País.

Os participantes da Anuga também puderam vivenciar experiências diferenciadas – e saborosas – em churrascos de cortes especiais servidos pela ABIEC e parceiros em seu estande. No dia 9, ocorreu o Angus Day, e, no dia 10, o Arab Halal Day.

Expectativa animadora no pós-feira

Realizada no mês seguinte ao que o Brasil obteve um aumento significativo em suas exportações de carne bovina, a Anuga gerou expectativa de que as negociações brasileiras com outros países devem seguir aumentando.

Em setembro, foi gerado um faturamento de US$ 556 milhões com as vendas de carne bovina ao exterior, um avanço de 17,46% na comparação anual. Com isso, o desempenho no acumulado do ano alcançou US$ 4,3 bilhões, 6,6% mais do que no mesmo intervalo do ano passado, segundo a ABIEC, que segue com a missão de ampliar a presença brasileira em países importadores e abrindo novos mercados para a carne bovina.

Fonte: Abiec