Manejo

Promip lança produto biológico para controle da broca-da-cana

28/09/2015

A Promip acaba de registrar no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) um novo produto biológico contendo a vespa Trichogramma galloi (Trichomip-G) para o manejo da broca-da-cana. De acordo com a empresa, o lançamento pode ser utilizado tanto em áreas de produção orgânica quanto nas áreas de produção convencional de cana-de-açúcar.

O Trichogramma ataca os ovos da broca-da-cana, inibindo o desenvolvimento da praga antes que atinja a fase de lagarta, quando efetivamente provoca danos à cultura. Atualmente o parasitoide mais usado no Brasil para essa praga é a Cotesia flavipes: estima-se que atualmente mais de 3 milhões de hectares sejam tratados com essa microvespa.

Estudos revelaram que três liberações consecutivas semanais de Trichogramma e uma aplicação de Cotesia ocasionam redução de mais que 60% no índice de intensidade de infestação causado pela broca-da-cana. O produto biológico é oferecido em embalagens contendo 50.000 ou 100.000 parasitoides, para serem distribuídas em pontos equidistantes dentro de cada talhão em campo.

A Promip foi fundada em 2006 junto a ESALTec em Piracicaba/SP. Atualmente sua Biofábrica e Estação Experimental estão localizadas em Engenheiro Coelho, no interior de São Paulo. A empresa brasileira produz e comercializa predadores que complementam o uso de agroquímicos no controle de pragas, doenças e plantas daninhas.

Fonte: Agrolink
Autor: Leonardo Gottems