Cadeia Produtiva

Projeto na Guatemala consegue viabilizar a venda de créditos de carbono

Um projeto na Guatemala conseguiu pela primeira vez no Mundo viabilizar a venda de créditos de carbono com a plantação de áreas novas com seringueira utilizando práticas de sustentabilidade reconhecidas internacionalmente, tais plantações devem fixar 1,5 milhões de toneladas de dióxido de carbono em um período de 20 anos. Foi durante uma feira na Alemanha chamada “Carbon Expo” em maio de 2010 que a venda foi efetivada, assinando-se o Acordo de Compra de Emissões Reduzidas Verificadas (Verified Emission Reduction Purchase Agreement –VERPA) entre a empresa de capital suiço “First Climate” e a “Pica de Hule Natural, S.A.

Essa notícia é muito bem vinda para os heveicultores brasileiros pois mostra a força que o setor começa a tomar proporção e a dependência que o mundo tem da borracha natural pois se não tivesse expectativas de falta de borracha nada disso estaria acontecendo, fora a contribuição social, pois muita gente vai ser empregada nesse processo e ambiental pois a seringueira como todos sabem é considerada uma plantação de nível de floresta tropical contribuindo com a fixação dos gases de efeito estufa, conservação do solo, das nascentes e da fauna pois em seu interior se encontra vários tipos de animais.

Eduardo Durão

Fonte:  http://www.heveabrasil.com/?page=noticias.asp&newsid=0030-projeto-na-guatemala