Gerenciamento de Produção

Produtores visitam Nonoai para conhecer a atividade apícola do município

23/06/2016

O município de Nonoai recebeu extensionistas da Emater/RS-Ascar e apicultores de Engenho Velho e Gramado dos Loureiros, na tarde de terça-feira (21/06), para realizar um intercâmbio para aprofundar o conhecimento sobre a atividade apícola, que apresenta grande potencial de desenvolvimento em toda a região.

O intercâmbio aconteceu no Entreposto Apícola da Associação dos Apicultores de Nonoai, que é inspecionado pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF), local onde é feito os trabalhos de manipulação, extração do mel, decantação, envase e a expedição.

A Associação surgiu em meados do ano de 1990, quando a Emater/RS-Ascar iniciou os trabalhos no município e encontrou 18 apicultores, que formaram este grupo. Em 2002, através de um projeto elaborado pela Associação, foi construído o Entreposto do mel e cera de abelhas. A Associação já teve cerca de 1,2 mil colmeias. Hoje, são apenas 600. Fatores climáticos e o uso de pesticidas nas lavouras foi o que ocasionou essa redução.

“Apesar de todos estes fatores existem ainda colmeias que podem ser muito produtivas na próxima temporada da primavera, verão e outono, mas para isso os apicultores devem fazer a alimentação no período de inverno, manejo dos favos velhos, controle de enxameação na primavera, captura de enxames, colocação de melgueiras, além da colheita, que acontece no final da primavera, verão e outono. Só no ano de 2013, Nonoai produziu 11 toneladas de mel. Toda a produção foi comercializada, gerando renda para as famílias”, explicou o técnico em agropecuária da Emater/RS-Ascar Leonido de Albuquerque.

O intercâmbio foi realizado com produtores de Engenho Velho e Gramado dos Loureiros que já possuem colmeias, com o objetivo de trocar conhecimento e aperfeiçoamento técnico.

Fonte: Emater – RS