Curiosidades

Produtores rurais do MS superam expectativas e comercializam R$ 3 milhões pelo programa Hortifruti Legal

Publicado em 19/12/2016

Em um ano marcado pela crise econômica, os produtores rurais do Mato Grosso do Sul comemoram um resultado expressivo: R$ 3 milhões em itens comercializados por meio do programa Hortifruti Legal, no primeiro ano de intermediação com o comércio local. O dado é da Famasul – Federação de Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul.

O programa Hortifruti Legal tem como objetivo propor soluções técnicas e de gestão para produção, mercado, processamento, comercialização e até mesmo na área do associativismo e cooperativismo entre produtores. O foco é o desenvolvimento do produtor por meio da ATeG – Assistência Técnica e Gerencial, aliada às capacitações do Senar/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) nas áreas de olericultura e fruticultura.

Criado em 2014, atualmente o programa assiste 400 produtores em 11 cidades do Estado, que recebem mensalmente a visita do técnico de campo em suas propriedades. Com estratégias focadas em resultados, os técnicos procuram contribuir para a melhoria dos processos produtivos, identificando oportunidades no mercado e difundindo conhecimentos sobre gestão de unidades produtivas como forma de inovação tecnológica de produção.

Em 2016, os produtos mais comercializados foram folháceas em geral (alface, rúcula, salsa, cebolinha, etc), vegetais como abobrinha, quiabo, jiló e destaque para cultura de maracujá, vendidos para 17 estabelecimentos. Para 2017, a expectativa é ampliar o número de produtores assistidos, bem como os resultados com a venda dos itens.

 

Fonte: Famasul