Soja

Produtores de Mato Grosso viram a noite plantando soja e garantem 93% da área do milho

Publicado em 24/10/2016

Os produtores em Mato Grosso atingiram 42,27% dos 9,368 milhões de hectares destinados para a soja nesta safra 2016/2017. Muitos estão aproveitando a umidade do solo e virando 24 horas de semeadura com a oleaginosa. A atitude dos agricultores garantiu para a safrinha do milho, cujo plantio inicia em janeiro, 3,959 milhões de hectares ou 93% dos 4,248 milhões de hectares previstos.

A semeadura da soja em Mato Grosso, apesar das chuvas não estarem regulares em todo o estado, apresentou um avanço semanal entre os dias 13 e 20 de outubro de 10,87 pontos percentuais. O estado, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), está com o plantio, inclusive, 22,70 pontos percentuais adiantados em relação a safra 2015/2016, que nesta época já apresentava problemas climáticos com a ausência da chuva).

Entre as regiões mais adiantadas com os trabalhos nas lavouras de soja está o Oeste com 66,63% de 1,111 milhão de hectares plantados, seguido do Médio-Norte com 54,09%. A região com os trabalhos mais “lentos” é a Nordeste com 8,89% de 1,557 milhão de hectares apenas com sementes, visto a cautela dos produtores.

Na Fazenda Rancho Alegre, em Nova Mutum, as máquinas rodaram 24 horas em 50% dos 3,5 mil hectares destinados para a soja. Segundo o produtor e um dos proprietários da fazenda, Andrey Costa Beber, o objetivo de plantar dia e noite foi para aproveitar a umidade do solo e a chuva. “Sabemos que a chuva pode cortar de uma hora para a outra. Então, o produtor não pode bobear. Se pegar boa umidade, mesmo com 30 dias sem chuva há possibilidade dos danos não serem tão grandes”, comentou ao Agro Olhar durante o Circuito Tecnológico Aprosoja – Etapa Soja.

Andrey comenta que a safra 2016/2017 tem “tudo para correr bem, pois a chuva chegou cedo. Quanto mais tarde o plantio começar, pior é, porque você corre o risco de ter uma maior incidência de pragas”.

Leia a notícia na íntegra no site Olhar Direto.

Fonte: Olhar Direto