Gerenciamento de Produção

Produtores de cana cobram dívida de R$ 10 mi a usinas da Mata Sul/PE

Produtores de cana da Mata Sul pernambucana reúnem-se em Palmares, hoje quinta-feira (10), para, em assembleia geral extraordinária, avaliarem quais os procedimentos serão adotados para pressionarem cinco unidades industriais de açúcar e álcool a pagarem dívidas que totalizam R$ 10 milhões

Assessoria de Imprensa AFCP

 

O montante corresponde à cana fornecida na última safra. Cerca de três mil produtores reivindicam o pagamento do passivo. O encontro será realizado no Hotel Poeta de Palmares, às 11h. A iniciativa é da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP) e do Sindicato dos Cultivadores de Cana do Estado (Sindicape).

De acordo com o presidente da AFCP, Alexandre Andrade Lima, todas as tentativas de negociação foram tomadas antes desta ação, porém, sem sucesso. Dessa forma, o dirigente revela que é preciso tomar posição mais efetiva com relação aos devedores de seus associados. “Vamos discutir qual será o melhor encaminhamento para resolução do impasse”, diz.

Ele acredita que a assembleia dos produtores deva estabelecer uma nova agenda de pagamento para ser cumprida de fato pelas usinas. Entretanto, o cronograma não deve ser tão estendido. “O prazo máximo de pagamento não pode se alongar para o próximo ano, até porque a dívida ainda é da safra passada”, conta, destacando que acredita que ele deve ser estabelecido para até o dia 15 de dezembro

O dirigente espera que as usinas cumpram com a possível decisão da assembleia dos fornecedores de cana da Mata Sul. “Os industriais estão investindo cada vez mais em seus negócios, através da fabricação e comercialização de produtores oriundos da cana de açúcar, portanto, não é justo que os produtores, que forneceram matéria prima, ficam sem receber”, conta.

 

Fonte: http://www.portaldoagronegocio.com.br/conteudo.php?tit=produtores_de_cana_cobram_divida_de_r_10_mi_a_usinas_da_mata_sulpe&id=65214