Pecuária

Produção de leite é insuficiente na Bahia

Mesmo tendo o terceiro maior rebanho leiteiro do País, a Bahia ocupa somente o vigésimo terceiro lugar quando se trata de produtividade por vaca ordenhada.

Produção de leite é insuficiente na Bahia

O volume de leite produzido no estado não consegue sequer atender o consumo interno. São Produzidos 950 milhões de litros de leite, quantidade insuficiente para suprir a demanda de 1,6 bilhão de litros.

Os especialistas no setor avaliam como crítico o quadro da pecuária leiteira da Bahia. “O cenário é lamentável e assustador. Temos potencial para produzir muito mais que a maioria dos estados brasileiros. No entanto, dentre os grandes produtores, somos o que menos cresce em temos de produção”, avalia Luiz Sande, gerente de programas especiais do Senar – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – na Bahia.

Na Bahia, a produção leiteira é 80% composta por pequenos pecuaristas que produzem uma média de 21 litros de leite por dia, por propriedade. Um índice que representa um produção média cerca de 50 vezes menor de que o das fazendas da Argentina e 40 vezes menor que as do Uruguai. As principais regiões produtoras do Estado são o Extremo-sul, Vitória da Conquista, Piemonte do Paraguaçu, Itapetinga e Sertão produtivo Velho Chico. Destas, sobressai-se o Extremo-sul, com cerca de 200 milhões de litros  produzidos em 2007.

Os principais problemas apontados pelos produtores são a falta de organização e diálogo entre os elos da cadeia produtiva. A falta de integração resulta num produção dispersa e sem força para pleitear ações que ofereçam aos produtores capacidade técnica e gerencial, extensão rural de qualidade, defesa sanitária e combate ao leite clandestino, que hoje representa entre 40% e 50% da produção total do Estado.

Fonte: http://www.atarde.com.br/

http://www.informativorural.com.br/conteudo.php?tit=producao_de_leite_e_insuficiente_na_bahia&id=148