Preço elevado da soja atrai produtor e reforça perspectiva de safra recorde

1737576 (CC0), Pixabay

Publicado em 01/10/2018

Área cultivada no verão deve ter mais hectares dedicados à oleaginosa no País, em um cenário de cotações em alta e demanda chinesa aquecida pela guerra comercial com os Estados Unidos.

Os elevados preços pagos pela soja brasileira têm estimulado o produtor a ampliar a aposta na oleaginosa na safra 2018/2019, que está em fase de plantio, e deve bater recorde de produção com 121,1 milhões de toneladas.

No último mês, a saca da soja chegou a R$ 100 no porto de Paranaguá (PR). Na semana passada, o indicador Cepea encerrou em R$ 95,62, uma variação mensal positiva de 3,24%. “O dólar teve uma queda nos últimos dias, mas ainda assim os preços da oleaginosa continuam em níveis ótimos”, afirma o consultor da Safras & Mercado, Evandro Oliveira.

A consultoria revisou as perspectivas de área e produção de soja na última sexta-feira (28) e aposta em um incremento de 3,4% na área plantada em relação ao ciclo passado, devendo atingir 36,3 milhões de hectares.

Leia a notícia na íntegra no site do DCI.

Fonte: DCI