Raças

Por que criar Dorper?

É extremamente bem sucedido e próspero na África do Sul

 

– Foi desenvolvido na África do Sul há mais de 60 anos atrás

– A popularidade de raça continua aumentando

– Tem como raças fundadoras: Dorset Horn e Blackhead Persa (raça de rabo-largo, bem adaptada às condições áridas)

– O rebanho de Dorper e seus mestiços já soma um terço das 30 milhões de ovelhas na África do Sul.

– O Dorper é a segunda raça mais popular na África do Sul.

 

 

Boa Aparência

 

– É um ovino muito bem proporcionado, evidenciando lucratividade.

– Excelente conformação para carne.

– Apresenta cabeça preta e corpo branco (Dorper) ou é completamente branco (Dorper Branco).

– Traseiro com possante musculatura.

– Tamanho agradável: as ovelhas adultas pesam cerca de 94,0 kg.

 

 

Soberbas carcaças de Cordeiro

 

– Os cordeiros Dorper normalmente vencem as competições de carcaça na África do Sul.

– Na África do Sul, 90% dos cordeiros Dorper recebem pontuação “Super”, equivalente ao “Choice Grade” dos Estados Unidos.

– Os cordeiros da África do Sul pesam entre 36-45 kg, ou mais, aos 100 dias de idade. SOMENTE EM REGIME DE PASTO.

– Traseiros bem musculados e pesados.

– Carne magra.

 

 

Tosquia desnecessária

 

– As mechas, que são uma mistura de lã e de pêlos, caem todos os anos.

– As mechas lanosas duram um pequeno tempo.

– Mais carne, menos lã!

– O couro do Dorper atinge altos preços na África do Sul.

 

 

Extremamente Robusto e Adaptável

 

– O Dorper é um pastador não-seletivo.

– Tem grande tolerância aos parasitas internos e externos.

– É longevo.

– Os animais são fáceis de serem manejados e guardados. Assim, os custos de manutenção são baixos.

– O Dorper prospera em condições marginais.

– Os cordeiros são muito vigorosos logo ao nascer. Assim, a taxa de mortalidade de cordeiros é baixa.

– A raça sai-se bem em climas variados: árido, úmido, quente e frio.

– Notável desempenho sob manejo extensivo ou intensivo.

 

 

Muito fértil e precoce

 

– Os carneiros podem acasalar já aos 100 dias de vida.

– Os machos podem acasalar o ano inteiro.

– Pode-se conseguir facilmente 3 cordeiros a cada 2 anos.

– Resultado de 150-180% de crias na África do Sul (2,25 – 2,7 crias/ano).

 

 

Mães maravilhosas

 

– Alta produção de leite e boa conformação do úbere.

– Fácil parição. Os cordeiros são bem proporcionados com pequena cabeça ao nascimento. A musculatura começa a se desenvolver entre 2-3 semanas de idade)

– Dóceis.

 

Fonte: http://ovinosecaprinos.iepec.com/noticia/por-que-criar-dorper