Notícias

Política estadual para mulheres envolverá cooperativismo

Salvador (17/3) – Os empreendimentos cooperativistas têm sido um dos principais caminhos para a superação de desigualdades, geração de trabalho decente e emancipação social e econômica de pessoas e comunidades. Por esse motivo, a política estadual para as mulheres deverá incluir o cooperativismo em sua agenda. A declaração foi feita no último dia 13 de março, de forma conjunta pela Secretária Estadual de Política para as Mulheres, Olívia Santana, e pelo Presidente da OCEB, Cergio Tecchio.

A Secretária Estadual participou da abertura do IV Encontro de Mulheres Cooperativistas da Bahia, que ocorreu em 13/3, em Salvador, junto com dezenas de outras mulheres líderes de cooperativas, cooperadas e funcionárias de cooperativas. Ela também enfatizou que a cooperação é uma das mais importantes formas de superação da desigualdade de oportunidades e do preconceito contra a mulher, que ainda assolam a sociedade brasileira.

“A solidariedade, a capacidade de trabalhar em conjunto e a força da mulher, postas em prática pelo cooperativismo, são decisivas na construção de uma sociedade melhor”, comenta ela. Em seu pronunciamento, a Secretária Olívia Santana formulou o convite, em nome do governo do estado da Bahia, para que o Sistema Cooperativista participe dos debates e da formulação de políticas para as mulheres.

Fonte: Assimp Sistema OCEB