Produtivo

Plantio de citros

As mudas de citros, no Estado de São Paulo, são produzidas por viveiros credenciados; normalmente apresentam haste única, normalmente com 50 cm de altura, que precisam de cuidados para formação das “pernadas”, que são feitos com a seleção de três a quatro brotos lançados após pegamento no campo. Em outros estados, é possível encontrar mudas já formadas. Para o plantio de pomares comerciais, depois de preparar o terreno, é realizada a sulcação, com aplicação de calcário e fertilizantes, e o alinhamento das covas; em pomares domésticos, pode-se abrir covas com  0,4 m x 0,4 m x 0,4 m, mistuando-se à terra, calcário e fertilizante orgânico. As mudas podem ser plantadas alinhadas, com espaçamento de cerca de 7 a 6 m entre linhas (ou ruas) por 5 a 3 m na linha. Os espaçamentos maiores são utilizados para plantas de grande porte como o limão e outras variedades vigorosas e os menores para as tangerinas, como a Ponkan.

A escolha de variedades é feita em fução da expectativa de comercialização do produto no mercado, quer seja para a indústria ou para o mercado de fruta fresca. São estabelecidos talhões com área de até 10 hectares, onde são plantadas uma única combinação de copa e porta-enxerto, o que viabiliza o manejo, tratos cultuais e colheita. Em chácara e quintais, é possível plantar árvores de diversas variedades para garantir produção durante o ano inteiro (veja quadro de épocas de colheita). Não existe uma área mínima para o plantio de um pomar. Uma planta no jardim pode trazer momentos bastante agradáveis ao “produtor”. Contudo vale lembrar que quanto maior a área, maiores serão os cuidados e investimentos necessários para se colher “bons frutos”.

O plantio deve ser realizado no início da estação chuvosa, de preferência em dias nublados. Ainda, é possível fazer o plantio o ano todo, dependendo do tamanho do pomar a ser plantado e da possibilidade para fazer a rega das mudas.

 

Fonte: http://www.iac.sp.gov.br/Tecnologias/Citros/Citros.htm