Pecuária

PDOA é alternativa para viabilizar ovinocultura em MS

25/02/2016

Oferecer estímulos e segurança ao ovinocultor sul-mato-grossense, proporcionando maior organização do setor e da escala para a indústria frigorífica. Este é o objetivo principal da PDOA – Propriedade de Descanso de Ovinos para Abate, sistema desenvolvido pelo Departamento Técnico do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, em parceria com a Asmaco  – Associação Sul-mato-grossense de Criadores de Ovinos.

A PDOA foi apresentada a representantes rurais e políticos durante uma reunião realizada no início deste mês, com a participação do médico veterinário do Sistema Famasul, Horácio Tinoco, da médica veterinária e secretária da Asmaco, Ana Cristina Andrade Bezerra, do superintendente da Sepaf – Secretaria de Produção e Agricultura Familiar, Edwin Baur, o médico veterinário da Secretaria, Rubens Flavio Mello Correa e o zootecnista e pesquisador da Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Fernando Reis. O encontro aconteceu na sede da Secretaria.

Durante o evento, Tinoco destacou a relevância do sistema para alavancar o desenvolvimento do segmento produtivo no Estado. “A coletividade dos produtores familiares do interior de Mato Grosso do Sul, por intermédio da PDOA, permitirá que as propriedades reúnam em um mesmo local um rebanho em quantidade suficiente para viabilizar o transporte para o frigorífico”, salienta o especialista.

A finalidade da propriedade de descanso é  suprir a necessidade do mercado de ovinos e agilizar a logística do comércio em Mato Grosso do Sul. É um sistema inédito para o setor e visa organizar a ovinocultura do Estado, possibilitando reunir os animais a serem abatidos, facilitando o escoamento para as indústrias frigoríficas.  De acordo com Tinoco, o sistema pretende resolver o problema ocasionado pela produção fracionada, reunindo os ovinos na PDOA para posteriormente a indústria embarcar e encaminhar os animais para o abate. “Isso facilita a logística e melhora, consequentemente, os preços do setor”.

Atualmente, existe uma PDOA instalada na BR – 060, em uma propriedade privada localizada entre Campo Grande e Sidrolândia, sendo uma  iniciativa do Sistema Famasul, em parceria com a Asmaco, junto à SFA/MS – Superintendência Federal da Agricultura, Iagro, Câmara Setorial da Ovinocultura, Sepaf e Sefaz – Secretaria de Fazenda.

Fonte: Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul