Pecuária

Parcerias aumentam o número de animais na cadeia produtiva de AL

22/11/10 – 15:44
Cooperativa avalia as vantagens da criação de ovelhas e cabras no Alto Sertão e confirma a viabilidade dos programas Alagoas Mais Ovinos e DRS
O Programa Alagoas Mais Ovinos é viável, já está apresentando resultados positivos e, junto com o Programa de Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS), vai aumentar em 10 mil o número de animais ovinos e caprinos no Estado. A afirmação é do diretor técnico da Cooperativa de Agricultores Familiares de Delmiro Gouveia (Coofadel), Pedro Soares Neto.

Segundo ele, a efetivação dos dois programas já pode ser considerada o primeiro passo para a reestruturação da cadeia produtiva. “Há muito entusiasmo, principalmente porque nada está sendo dado; é um contrato de empréstimo e o agricultor precisa trabalhar e multiplicar seu rebanho para que possa devolver a mesma quantidade de animais que recebeu, num prazo de cinco anos”, salientou.

Entre as vantagens apresentadas por Pedro Soares Neto para a criação de ovelhas e cabras no Alto Sertão, ao invés de bois e vacas, está a maior produtividade de animais, uma vez que a gestação dos ovinos é mais rápida. “Outro motivo é o preço da carne de ovinos, que está sempre crescendo, e isso é bom para o produtor, além de ser uma carne de grande aceitação no mercado pelo seu alto valor nutritivo e baixo teor de gordura”, explicou o diretor da Coofadel.

“Além disso, os ovinos e caprinos são mais bem adaptados ao semiárido e se tornam mais lucrativos para os agricultores familiares dessa região. Em cinco meses de vida, o ovino está pronto para o abate, enquanto o boi leva de 18 a 24 meses, portanto, a renda chega mais rapidamente para o produtor, há mais rotatividade de capital”, argumentou Pedro Soares Neto.

O Programa Alagoas Mais Ovinos faz parte das ações do Arranjo Produtivo Local (APL) de Ovinocaprinocultura, em parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri) e a Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos de Alagoas (Accoal), e está repassando aos agricultores, por meio de um contrato de empréstimo, mais de 5 mil animais.

O DRS, numa articulação entre APL e Banco do Brasil, concede crédito para aquisição de ovelhas e cabras, por meio de compras conjuntas e programadas, para também aumentar o rebanho do Estado e oferecer oportunidades de crescimento para os agricultores familiares.

Fonte: http://www.agrolink.com.br/noticias/parcerias-aumentam-o-numero-de-animais-na-cadeia-produtiva-de-al_121625.html