Pecuária

Os Produtos Derivados do Leite de Cabra

O leite de cabra, na região Nordeste, ainda é tradicionalmente consumido pela população rural de baixa renda ;e por crianças ou idosos, nos grandes centros urbanos, com intolerância ao leite de vaca. Contudo, sabe-se que o aproveitamento mais racional desse produto como a industrialização do leite “in natura” para a obtenção de leite pasteurizado, UHT, leite em pó, queijos finos, iogurte, bebidas lácteas, doces, entre outros produtos, pode proporcionar resultados economicamente mais satisfatórios.

O leite pasteurizado é o produto mais comercializado no mercado regional, no entanto apresenta limitações com relação a validade de consumo, além da desvantagem de ser conservado de forma congelada. Diante destas limitações o leite UHT vem surgindo como uma alternativa para atender a demanda de leite fluido, sendo encontrado em algumas redes de supermercados do país.

O leite em pó é produzido e comercializado, basicamente na Região Sudeste. Todavia, em razão da maior durabilidade e praticidade para o consumo, tem revelado boa aceitação no mercado de laticínios apesar do elevado preço, deixando alguns produtores otimistas com a aceitação deste produto no mercado nacional. O leite em pó também atua como um regulador de oferta de leite no mercado, garantindo ao consumidor leite durante o ano inteiro e possibilitando ao produtor o escoamento do leite na época de maior produção.

Quanto aos demais derivados do leite de cabra merece destaque o iogurte, que apresenta ótimas características dietéticas e palatáveis. Segundo Ribeiro (1992), sua produção é rentável e a tecnologia de processamento não apresenta grandes dificuldades, porém, a única restrição diz respeito a conservação que deve ser feita à temperatura adequada.

A participação do mercado dos produtos lácteos caprinos industrializados no Brasil, encontra-se assim distribuída: 95% para leite fluido, 3% para queijos e 2% para o leite em pó (Silva, 1998). O iogurte não é produzido em proporções significativas, mas deve ter, em breve, um aumento na participação dos produtos lácteos caprinos. Quanto ao leite UHT ou longa vida em embalagem tetra pack, deve tomar uma boa fatia de mercado do leite fluido pasteurizado e congelado devido à sua praticidade, maior vida útil e não precisa de congelação (SEBRAE-APEX, 2000).

Outra vertente que se mostra bastante promissora consiste na utilização do leite de cabra como matéria-prima para a indústria de cosméticos. Atualmente, algumas empresas já estão com seus produtos no mercado, entre elas destaca-se a Valtex Comércio e Indústria (com nome fantasia de Ubon). Participa na formulação de seus produtos com 5% do leite caprino, e hoje 30% do seu faturamento é proveniente dos produtos a base de leite caprino. Os principais produtos encontrados no mercado são: sabonete, shampoo, condicionador, loção cremosa, sabonete líquido, display com mine sabonetes, entre outros. Os produtos são apresentados em duas linhas distintas, sendo uma linha TOP composta de produtos com preços mais elevados e uma linha popular apresentando produtos com preços mais baixos. Estes produtos já podem ser encontrados em algumas regiões brasileiras.

 

Fonte: http://www.capritec.com.br/

 enviar por email     imprimir    compartilhe: Favoritos      Comente!