Pesca

Operação Piracema dá sobrevida a milhares de peixes no Rio Grande do Sul

Ação retirou cerca de 52 mil animais que agonizavam nas águas do Rio dos Sinos

ZERO HORA

A estiagem no Vale do Sinos no Rio Grande do Sul se agrava e gera discussão em torno do uso da água e o racionamento na região. Enquanto isso no Rio dos Sinos a Operação Piracema deu sobrevida a cerca de 52 mil peixes no fim de semana. Pioneira no Estado, a ação retirou animais que agonizavam em zonas poluídas do rio e os levou para uma área com melhores níveis de oxigênio na água. Para o próximo sábado, dia 17, está marcada outra transferência de peixes na região.

Com 190 quilômetros de extensão, o Sinos tem pontos onde a água corre limpa e com alto nível de oxigênio, e outros onde a poluição predomina. Uma das zonas mais impactadas fica entre os municípios de Novo Hamburgo e Sapucaia do Sul, passando por São Leopoldo, onde os animais foram coletados.

Além dos poluentes industriais, a região recebe esgoto e efluentes que vêm dos arroios Luiz Rau, Pampa, João Correa e Portão, considerado o mais poluído. Nesse ponto, os níveis de oxigênio na água chegaram a zero.

– Nessa época, os peixes estão subindo o rio para se reproduzirem na parte alta da bacia. Próximo ao centro de São Leopoldo, uma alta carga de poluição, aliada ao baixo nível das águas, fez com que os peixes ficassem retidos – explica o diretor executivo do Consórcio Pró-Sinos, Júlio Dorneles, que executou a operação.

De acordo com o biólogo Carlos Augusto Normann, ao baixo nível das águas se soma a alta carga poluente depositada no rio.

– É uma região muito industrializada, com produção de couro, calçado, tintas, galvanoplastia e metalurgia. Temos um passivo de 40 anos de poluição depositada nos arroios – afirma Normann.

As cidades também fizeram sua parte. Novo Hamburgo hoje trata apenas 2% do seu esgoto, percentual que será elevado gradativamente nos próximos 10 anos até chegar próximo de 100%. Em São Leopoldo, o índice chega a 50%, mas outras cidades da região ainda estão iniciando esse processo.

 

Fonte: http://www.portaldoagronegocio.com.br/conteudo.php?tit=operacao_piracema_da_sobrevida_a_milhares_de_peixes_no_rio_grande_do_sul&id=66997