Café

OIC aponta que demanda mundial de café mantém crescimento significativo

Publicado em 21/04/2015

Segundo o relatório sobre o mercado de café divulgado mensalmente pela Organização Internacional do Café – OIC (edição de março), a demanda mundial de café continuará mostrando crescimento significativo. Os mercados mais maduros, como a União Europeia, estão relativamente estáveis, enquanto que os mercados emergentes, particularmente na África e na Ásia, registraram um aumento significativo.

No mercado cafeeiro mundial estima-se que o total da produção do ano-safra de 2014/15 girará em torno de 141,9 milhões de sacas beneficiadas de 60 kg, enquanto estimativas iniciais do consumo mundial de café no ano civil de 2014 são de 149,3 milhões de sacas, sugerindo forte demanda de café no mundo todo. O Relatório pode ser acessado no Portal da OIC e também no Observatório do Café, menu Estatísticas/Conjuntura Mundial, disponível no site do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café.

Consumo e exportação – A estimativa inicial no ano civil de 2014 para o consumo mundial de café é de 149,3 milhões de sacas, o que representa crescimento médio anual de 2,3% nos últimos quatro anos. O crescimento mais forte ao longo desse período se deu nos mercados emergentes, com uma média de 4,6% desde 2011, em particular na Rússia, Coreia do Sul, Argélia e Turquia. Os países exportadores também registraram aumento da demanda, a uma média de 2,6%. O Brasil é, de longe, o maior consumidor de café dos países exportadores, 20,8 milhões de sacas em 2014, seguido pela Indonésia (4,2 milhões), a Etiópia, (3,7 milhões) e o México (2,4 milhões).

Os mercados consumidores tradicionais como o a União Europeia, os Estados Unidos e o Japão, representam mais de 50% do total mundial, mas registraram uma taxa de crescimento mais modesta, de 1,5%, no período.

Em termos de distribuição geográfica do consumo de café, a África e a Ásia registram o crescimento mais dinâmico, de 5% e 4,5%, respectivamente, embora representando apenas 7% e 19% do total mundial. No quesito exportação em nível mundial, o total em fevereiro de 2015 foi de 8,6 milhões de sacas, uma queda de 10,2% em relação a fevereiro de 2014.

Fonte: Embrapa Café