Custo de Produção

O custo de produção de cana-de-açúcar nas regiões de expansão

28/09/2017

A cana-de-açúcar, assim como outras atividades do agronegócio brasileiro apresentam uma alta constante no preço dos principais insumos usados na produção, consequentemente, o custo de produção acompanha essa tendência de alta. Para manter a rentabilidade positiva, um dos caminhos para o produtor é focar na produtividade e qualidade da matéria prima fornecida para a indústria. Neste sentido, a coluna Pecege Custos deste mês apresenta uma análise série histórica dos custos e receita apresentados por produtores do Estado de Goiás, nas últimas 8 safras.

Produtores independentes de cana-de-açúcar do Estado de Goiás, região de expansão da cultura, participam anualmente do levantamento de custo de produção de cana-de-açúcar. A ação faz parte do Projeto Campo Futuro, uma iniciativa da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas (Pecege).A partir dos dados coletados ao longo dos últimos anos, foi elaborado o histórico dos indicadores de produtividade, custos e receitas, estes últimos deflacionados, desde a safra 2009/10.

Observa-se que o custo operacional total (COT) passou de aproximadamente R$ 60,00 /t na safra 2009/10 para um valor próximo de R$ 75,00 /t na safra 2016/17. Este indicador contempla as despesas com insumos, mão-de-obra, maquinário, administrativo, além do pró-labore e depreciações das infraestruturas do sistema de produção. Já o custo total (CT), o qual acrescenta ao COT os custos de oportunidade de do capital e da terra, passou de R$ 77,00 /t na safra 2009/10 para R$ 103,00 /t na safra 2016/17.

Os custos apresentados nos últimos anos ficaram cada vez mais altos, um dos motivos pode ser atribuído a diminuição da produtividade. A produtividade no período analisado, passou de um valor de 85,00 t/ha para aproximadamente 70,00 t/ha. Toda redução na produtividade gera uma concentração das despesas, consequentemente ocorre um aumento nos custos por tonelada produzida.

Fonte: Portal Canaonline