Soja

Novo bioestimulante impulsiona produtividade da soja

11/07/2018

A Rotam do Brasil anunciou nesta quarta-feira (11.07) o lançamento do bioestimulante Yoduo. De acordo com a fabricante, o produto contém em sua formulação micronutrientes e aminoácidos que auxiliam o crescimento e ajudam a melhorar as estruturas reprodutivas em diversas culturas.

Na soja, o Yoduo alcançou incremento superior a oito sacas da oleaginosa por hectare em pesquisa realizada na Fazenda Experimental da Rotam na localidade de Artur Nogueira (SP) durante a safra 2016/17. O produto foi avaliado como “fácil de usar e seguro para a lavoura”, podendo ser misturado com a maioria dos agroquímicos.

Os bioestimulantes auxiliam na realização de uma fotossíntese mais eficiente, o que fornece energia adicional à planta. Através desse estímulo, as plantas obtêm mais folhas e, consequentemente, podem também conseguir um melhor resultado, aponta a Rotam.

“O produto foi aplicado em diferentes estádios fenológicos da soja, e realizada diversas avaliações na planta, como por exemplo: número de entrenós, peso fresco de folhas, número de vagens por parcela, a fim de se conhecer os melhores momentos e ganhos de produção”, destacou Carlos Guarnieri, técnico sênior da estação experimental da empresa.

 “Em termos de resultados o destaque foi para o Yoduo utilizado na dose de 0,3 L/ha em V5 e R1, onde expressou 8,61 sacas por hectare a mais do que a testemunha, indicando serem os melhores momentos de aplicação”, complementa Guarnieri.

De acordo com Lucas Ferreira, coordenador de Marketing Brasil da Rotam, após anos de pesquisa e realização de vários trabalhos internos e externos, inclusive com pesquisadores e consultores de renome neste segmento, o produto está apresentando resultados constantes de incremento de produtividade, não somente na cultura da soja, mas também em outras culturas.

Fonte: Agrolink