biblioteca

MS Agro 2016: Brasil está preparado para retomar o crescimento em 2017, afirma economista

Publicado em 22/11/2016

São Paulo, 22 de novembro de 2016 – “O PIB – Produto Interno Bruto poderá crescer em torno de 1% com inflação decrescente no final de ano. O desemprego começará a declinar no segundo semestre e a taxa de câmbio do dólar poderá ser de R$ 3,50”. A projeção do especialista, Maílson da Nóbrega, é referente ao primeiro semestre de 2017. De acordo com o economista, o próximo ano sinalizará o início da recuperação indicando que o país está preparado para retomar o crescimento.

“Não será nada excepcional. O crescimento maior dependerá das reformas a serem empreendidas pelo próximo governo”, afirma Nóbrega que será um dos palestrantes do MS Agro, realizado pelo Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural e Aprosoja/MS – Associação de Produtores de Soja de MS, com a parceria do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS. O seminário acontece no dia 24 de novembro, às 8 horas, na Casa Rural.

A palestra com o tema “Perspectivas políticas e econômicas para o ano de 2017” apresentará uma visão do momento atual da economia, incluindo projeções dos principais indicadores econômicos o cenário é otimista. “As principais deficiências estruturais do país foram resolvidas, entre as quais o caótico sistema tributário, a anacrônica legislação trabalhista e os problemas de infraestrutura”, ressalta Nóbrega que irá falar também da influência indireta do resultado das eleições nos Estados Unidos.

Maílson da Nóbrega já foi ministro da Fazenda, liderou estudos que resultaram na criação da Secretaria do Tesouro Nacional, a extinção do Orçamento Monetário e a reestruturação das funções do Banco Central. O economista restabeleceu as relações com a comunidade financeira internacional e consolidou as reformas que modernizaram institucionalmente. O MS Agro é um dos principais encontros da agenda agropecuária de Mato Grosso do Sul.

A exemplo dos anos anteriores, o evento propõe o debate de temas que influenciam o cenário de desenvolvimento econômico do país e contará com a presença de especialistas que acompanham o setor agropecuário. Em pauta está a gestão em todas as esferas da sociedade, ou seja, institucional, social e política.

Fonte: Famasul