Notícias

Ministras da Agricultura e do Meio Ambiente visitam estande da Integrada na Expo Londrina

17/04/2015

“Os agricultores são exemplo de produção e respeito ao meio ambiente”, destacou ministra da Agricultura durante visita ao estande da Integrada na Expo Londrina
 
As ministras Kátia Abreu (Agricultura) e Izabella Teixeira (Meio Ambiente) visitaram o estande da Cooperativa Integrada na Expo Londrina e destacaram a importância do cooperativismo para fortalecer a agricultura e garantir a sustentabilidade do agronegócio brasileiro. Na ocasião, elas declararam que os agricultores brasileiros são exemplo para o mundo sobre como produzir com eficiência e respeito aos recursos naturais.
 
Antes da visita ao estande da Integrada, Kátia Abreu e Izabella Teixeira cumpriram agenda oficial na Expo Londrina. Elas participaram da reunião da Comissão de Agricultura da Câmara Federal, realizada no Recinto Milton Alcover, dentro da programação da feira. O Cadastro Ambiental Rural (CAR) e o Plano Safra fora os assuntos mais debatidos.
 
Em seu discurso, Kátia Abreu disse que o anúncio do Plano Safra deverá ser antecipado para o início de maio e que o dinheiro para custeio da safra 2015/2016 está garantido. “O governo federal vai garantir todas as condições para que o agronegócio continue colaborando para o desenvolvimento do País”, afirmou.
 
A ministra destacou ainda o importante papel dos agricultores para a sustentabilidade da agricultura brasileira. “Os agricultores não são inimigos do meio ambiente. Pelo contrário. Os produtores brasileiros são exemplo de produção e sustentabilidade”, ressaltou.
 
A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, aproveitou a oportunidade para fazer esclarecimentos sobre a implementação do Cadastro Ambiental Rural (CAR), exigência do novo Código Florestal braileiro, cujo prazo termina no dia 5 de maio. 
 
“O CAR é um dos grandes diferenciais competitivos da agricultura brasileira na produção de alimentos para o mercado global. Com essa garantia de produção e preservação, os agricultores terão condições de conquistar os mercados mais exigentes”, salientou.
Fonte: Integrada