Milho

“Milho tem pior momento desde 1985”

23/11/2017

Mencionar a década de 1980 na agricultura norte-americana é colocar os agricultores e o mercado revivendo um pesadelo. À época, os agricultores tinham ao mesmo tempo uma situação que combinava preços baixos de grãos e commodities em geral, além de juros altos. Agora cada vez mais analistas comparam a situação atual com aqueles tempos. É o caso de Deanna Hawthorne-Lahre, cofundadora da StatFutures e trader.

“Estatisticamente, o mercado do milho está ‘tão perto da morte’ quanto 1985, quando houve um recorde de baixa. É o pior momento desde então. O trigo ‘sobrevive por aparelhos’ e vamos aguardar os dados de compras de sementes de Janeiro”, afirmou Deanna.

Já para Bob Linneman, analista da Kluis Commodities, será natural que com tanta subida do preço da soja, os preços do milho acabem chamando a atenção dos traders. “Se os futuros da soja continuarem subindo, fará sentido que os compradores pulem para o lado do milho”, comentou Linneman ao Agriculture.com.

Outro analista destaca que o mercado está muito volátil no momento e que todo cuidado seria pouco. “Sobre o trigo não está claro sobre o que está acontecendo no mercado. Mas há uma posição especuladora em relação ao milho e uma opção enormemente especuladora no trigo, que ainda não é recorde, mas é muito grande. O baixo preço do petróleo e o dólar alto são negativos. Os investidores querem ser donos do mercado neste momento”, resumiu a avaliação de Jack Scoville, analista sênior do Price Futures Group.

Fonte: Agrolink