Milho

Milho MT: safra 13/14 traz números menores, diz Imea

15/04/2014

Conforme o primeiro relatório de oferta e demanda mato-grossense de milho da safra 13/14 do Imea traz números menores em relação à 12/13. Na nova temporada a oferta do cereal aparece com 32% abaixo da oferta da safra anterior, com 15,34 milhões de toneladas, somando-se a produção e estoques iniciais.

Pelo lado da demanda o consumo interno registra aumento de 15% e o consumo interestadual de 20%, entretanto não são suficientes para reverter o recuo das aquisições públicas e das exportações, que devem reduzir a demanda mato-grossense para 15,25 milhões de toneladas, 32% menor no comparativo com a safra passada.

Já as exportações recuam cerca de 6 milhões de toneladas em decorrência da menor oferta interna e da competitividade com os embarques norte-americanos, que foram elevados em 139%, em relação à safra passada, no relatório de oferta e demanda de abril do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Neste relatório do USDA a produção mundial foi elevada, devido principalmente ao aumento de 2 milhões de toneladas na produção brasileira, e teve como contra partida o aumento do consumo e das exportações mundiais de milho, deixando os estoques finais mundiais do cereal na safra 13/14 praticamente estáveis em relação à estimativa anterior. Desta maneira, fica a expectativa para o desenvolvimento da segunda safra brasileira, bem como para a safra 14/15 dos EUA

Em relação ao mercado interno, na segunda semana de abril, as cotações do milho no mercado interno de Mato Grosso, com entrega em agosto e pagamento em setembro, apresentaram queda. Segundo dados apresentados pelo Instituto Mato Grossense de Economia Agropecuária (Imea), o município de Campo Verde apresentou relativa estabilidade nas cotações, com preços de R$16,00/sc durante a semana.

O município de Sapezal, a cotação da saca do cereal encerrou a semana a R$15,00 , com o mesmo valor do dia 04 de abril e R$0,90 superior ao menor preço registrado na semana, de R$14,10 na quarta-feira. Já em Sorriso, a cotação para o milho na sexta-feira foi de R$ 13,05/sc, com variação de -10,0% em relação ao fechamento anterior, a maior entre os três municípios analisados.

O volume negociado até então permanece abaixo do registrado para o mesmo período de 2013, visto que o preço de venda encontra-se elevado.

Fonte: Agrolink
Autor: Aline Merladete