Variedades

Milho bem adaptado às regiões de altitude

Híbrido tem rendimento de mais de 170 sacas por hectare e alta tolerância às principais doenças da cultura como a cercóspora, ferrugem e feosféria

Kamila Pitombeira/Portal Dia de Campo

Regiões de altitude são consideradas adversas quando se trata da cultura do milho. Desenvolvido especificamente para essas regiões, o híbrido de milho Geneze 9501, além de apresentar boa adaptação a essas regiões, também tem alta tolerância às principais doenças da cultura. Ele foi apresentado pela Geneze na 3ª Agrovia, que aconteceu entre os dias 6 e 9 de março, em Itapeva, São Paulo.

É um material voltado para essa região de maior altitude, tem ciclo precoce, se destaca pela alta tolerância a doenças e alto potencial produtivo. Ele conta com grãos duros, alaranjados, que atendem muito ao gosto do produtor da região – diz Danilo Estefani, representante de vendas da Geneze.

Ele conta que o híbrido foi lançado há cerca de um ano e meio pela empresa e que o rendimento produtivo passa de 170 sacas por hectare. Além disso, o representante afirma que, por ser um híbrido bastante resistente a doenças, ele traz segurança ao produtor.

Isso faz com que a dependência em relação às aplicações de fungicidas por condições ambientais seja menor. Portanto, é um material que consegue expressar seu potencial genético, mesmo em condições de ambiente adversas – explica Danilo.

O híbrido ainda conta com alta tolerância às principais doenças da cultura como a cercóspora, a ferrugem e a feosféria, de acordo com o representante. Ele pode ser plantado a partir do final de agosto e atende às necessidades do produtor até mesmo em plantios de safrinha, justamente por ser um material sadio e conseguir expressar seu potencial em diferentes épocas de cultivo. Já o custo é relativo.

O que o agricultor deve levar em consideração é o que ganha com o investimento. Ao investir no Geneze 9501, ele terá um dos melhores retornos do mercado. Claro que o custo da semente é um fator de importância, mas é o que mais retorno dá – afirma Stefani.

O material é indicado para a região de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul. Mas é necessário que o agricultor procure um representante local para verificar quais são as particularidades relativas ao clima e ao solo. A partir daí, ele saberá qual a melhor época de plantio.

Para mais informações sobre o híbrido, basta entrar em contato com a Geneze através do número (38) 3311-3265.

Fonte: http://www.portaldoagronegocio.com.br/conteudo.php?tit=milho_bem_adaptado_as_regioes_de_altitude&id=53734