Milho

Miho: Compradores baixam ainda mais os preços

20/06/2018

De acordo com o analista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica, a situação no mercado do milho segue travada: os compradores baixaram ainda mais os preços e os vendedores tentam permanecer fora de mercado. “Se há um mês chegaram a aceitar até R$ 42,00/saca, hoje os preços não passam de R$ 38,00, na melhor das hipóteses”, aponta.

Segundo o especialista, o movimento ocorre pela entrada da nova safra nesta semana em mais regiões do País, bem como a queda do dólar, que reduz os preços de exportação. Pacheco alista ainda os problemas da crise do frete, o que leva os compradores a reduzir ainda mais as suas pedidas CIF (fornecedor responsável por todos os custos e riscos).

O analista da T&F relembra que vinha avisando desde o mês de março passado sobre a forte probabilidade de recuo nos preços, por vários motivos. De uma maneira mais formal, os índices do Cepea para os preços médios de Campinas registraram nesta terça-feira nova queda de 0,95% nos preços em Campinas, acumulando perda de 11,9% no mês e de 1,05% na B3, acumulando perdas no mês de 14,30%.

FUNDAMENTOS

A segunda safra de milho do Paraná colheu apenas 1% da área plantada (2.143.141 hectares), de acordo com relatório semanal de acompanhamento das culturas divulgado esta semana pelo Deral (Departamento de Economia Rural). Segundo o informe,-da área ainda não colhida, apenas 33% está em condição boa/excelente (700 mil hectares), 46% estão em condição média (975.986 hectares) e 21% estão em condição ruim (445.559 hectares).

Fonte: Agrolink