Leite

Mercoláctea 2012: A maior feira de lácteos do Sul do Brasil

07/11/12
A expo-feira abre para visitação às 9 horas. Cerimônia oficial será às 14h30 e terá a presença do Ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro e do governador de SC em exercício, Eduardo Pinho Moreira

Abre nesta quinta-feira (8) e prossegue até domingo (11), no Parque de Exposições da Efapi, em Chapecó, a Mercoláctea 2012 – a maior e mais completa expo-feira da cadeia produtiva do leite, incluindo produção a campo, industrialização, distribuição e pesquisa. Reunirá neste ano 120 expositores, oportunizará negócios da ordem de R$ 85 milhões de reais e atrairá mais de 15 mil visitantes-compradores, sendo 12 mil produtores de leite e 3 mil da indústria láctea. O acesso à expo-feira é livre: não serão cobrados ingressos nem estacionamento para visitantes.

A expo-feira abre para visitação às 9h e a cerimônia oficial será às 14h30. A programação prevê a realização de um seminário internacional, fóruns, oficinas, leilões, mostra de produtos inovadores, expositores das melhores indústrias lácteas, produtos e serviços agropecuários e competições do cavalo quarto de milha. As inscrições podem ser feitas no site www.mercolactea.com.br, no email info@mercolactea.com.br ou pelo telefone (49) 3322-2292.

“Este será o maior evento de integração e conhecimento da cadeia do leite em 2012”, assinala o presidente da MERCOLÁCTEA 2012 Odacir Zonta.

SEMINÁRIO INTERNACIONAL

O maior evento científico da feira é organizado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Unochapecó e Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS), e envolverá mais de 2.000 pessoas, com palestrantes de renome nacional e internacional, da Nova Zelândia, Espanha e Canadá.

O evento inicia no dia 8, às 10 horas com a mesa-redonda Cenários, perspectivas e desafios da cadeia produtiva de lácteos no Brasil; as palestras com os temas Implicações do manejo da pastagem no comportamento de pastoreio; Pastoreio racional Voisin e agricultura de baixo carbono.

No dia 9 de novembro haverá a mesa-redonda Experiências de cooperativismo, com técnicos do Centro leite (Goiás), da Coopercentral Aurora Alimentos (Chapecó) e de Mondragon (Espanha); palestras com os temas Qualidade do leite e sistemas de produção; Genética de gado leiteiro; Bem-estar animal e qualidade do leite; e Sistema SISBI/SUASA. Serão oferecidas ainda as oficinas Programa Alimento Seguro (PAS leite); Dejetos Itaipu binacional; Leite orgânico; Pronaf sustentável; Cooperativismo; Programa agricultura de baixo carbono (ABC); Gestão da propriedade rural; e Água nas propriedades.

FÓRUM CATARINENSE DA CADEIA LEITEIRA

Coordenado pela Comissão Parlamentar Permanente do Leite da Câmara dos Deputados, o Fórum Catarinense da Cadeia Leiteira ocorrerá no dia 8 de novembro, às 14h horas, e discutirá as prioridades imediatas da cadeia leiteira catarinense, políticas públicas para agregação de valor ao setor e a busca de alternativas para ampliar a capacidade de produção catarinense.

FÓRUM TÉCNICO DE COOPERATIVAS DO MERCOSUL

Paralelamente à feira, o Fórum Técnico de Cooperativas de Leite do Mercosul ocorrerá no dia 10 de novembro, das 9 às 12 horas, no auditório do Parque da Efapi, coordenado por Evandro Scheid Ninaut, executivo da Oficina de Negócios do Mercosul do Ministério da Agricultura. Em pauta as alternativas de exportação do excedente de leite para fora do Mercosul, com a criação de mecanismos que tornem o produto mais competitivo. Participarão técnicos e dirigentes de cooperativas da Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela. Haverá mesa-redonda mediada pela Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), e representantes da Sancor (Argentina), Itambé e Aurora (Brasil) e Conaprole (Uruguai).

LEILÃO DE ELITE HOLANDÊS

Organizado pela empresa paulistana WVMais Leilões, ocorrerá no dia 10 de novembro, ás 13 horas, no Parque da Efapi. O plantel pertence à Fazenda Rialex, de Chapecó, e é formado por 190 animais – 100 fêmeas em lactação, 50 novilhas e 40 bezerras. A Rialex produz ha 52 anos, utilizando o método de inseminação artificial desde o período de fundação da cabanha. A produção média do plantel é de 30 litros por animal/dia. O comprador poderá parcelar o valor em 24 vezes, sem juros, com frete gratuito para carga cheia à distância de até 500 km, ou para meia carga à distância de até 250 km. O leilão será transmitido ao vivo no Novo Canal, freqüência 1100 Mhz, e o cadastro para participação pode ser feito no site www.wvleiloes.com.br ou durante o evento.

LEILÃO DE GADO GERAL

Haverá leilão de gado geral com mais de 400 animais, no dia 11 de novembro, ás 14 horas. Serão comercializados animais de raças de corte, reprodutores e vacas de descarte, selecionados dos melhores criadores da região. O gado bovino de corte a venda é composto por novilhos precoces, provenientes de cruzamento industrial. A empresa leiloeira é a ZT Leilões, de Chapecó.

MINIUSINA VIA-LÁCTEA

Um dos mais bem-sucedidos projetos de transferência e difusão de tecnologia, Via Láctea Miniusina, do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, de Minas Gerais, será demonstrado na feira. A miniusina tem capacidade de processamento de 500 litros de leite por dia e permitirá ao visitante o acompanhamento de todo o processo de beneficiamento. Os operadores do projeto prestarão informações aos visitantes sobre como produzir, fornecedores de equipamentos, higienização, qualidade e outras dúvidas relativas ao processo. Após o processo de fabricação, os produtos poderão ser degustados pelo público.

SHOWROOM

As novidades em marcas e produtos lácteos das melhores indústrias processadoras do Sul do País serão apresentadas aos visitantes.

FEIRA AGROPECUÁRIA E DA INDÚSTRIA LÁCTEA

Tecnologias de produção, novidades em processamento, equipamentos e fornecedores de serviços e embalagens, além da presença das grandes indústrias lácteas. A feira da indústria atrairá mais de três mil profissionais do laticínio para visitação. Na feira agropecuária haverá exposição de equipamentos e máquinas agropecuárias, animais, produtos derivados do leite e um espaço para as cooperativas da região. O produtor conhecerá as inovações em genética e reprodução, pastagem e conservação de forragens, equipamentos para ordenha e conservação do leite, sistemas de manejo e produção, sanidade, saúde e bem-estar animal. São esperados 12 mil produtores de leite.

MOSTRA DE PRODUTOS INOVADORES

O Salão da Inovação, organizado pelo Senai Chapecó, apresentará projetos diferenciados e inovadores na área de leite e derivados. Serão expostos projetos de pesquisa de estudantes do Senai e empresas parceiras, e também produtos desenvolvidos. Alguns dos produtos criados poderão ser degustados na feira, como o sorvete de ovelha, de beterraba com limão e de laranja com cenoura.

COMPETIÇÃO QUARTO DE MILHA

As feras das modalidades Três Tambores, Seis Balizas e Laço em Dupla disputarão a primeira etapa da 15º edição do Campeonato Catarinense do Cavalo Quarto de Milha, na feira. As provas ocorrerão no dia 10 de novembro, às 15 horas e reunirão cerca de 120 competidores e 100 animais. As inscrições podem ser feitas no site www.sgpsistema.com ou durante a feira.

Agrolink com informações de assessoria