Mercado de fertilizantes cresce 1%

23/01/2018

Foram entregues ao mercado brasileiro 34.439 mil toneladas de fertilizantes no ano que passou, de acordo com dados divulgados essa semana pela Anda (Associação Nacional para Difusão de Adubos). O resultado representou aumento de 1% sobre o total de 206, quando foram distribuídas  34.083 mil toneladas de adubo.

Apenas no último mês de Dezembro foram entregues 2.358 mil toneladas de fertilizantes, o que significou baixa de 11,9% na comparação com o mesmo período do ano imediatamente anterior (2.676 mil toneladas).

Um dos destaques no ano passado ficou por conta do total de nutrientes (NPK) entregues: 15.356 mil toneladas, o que representou elevação da ordem de 1,9%. “Em nutrientes, as entregas de fertilizantes nitrogenados (N) apresentaram ligeira alta de 0,3% no acumulado de 2017, atingindo 4.377 mil toneladas, contra 4.366 mil toneladas de 2016, pelo bom desempenho verificados nas culturas de café, cana de açúcar, algodão e laranja”, aponta a Anda.

Já os fertilizantes fosfatados (P2O5) totalizaram expansão de 3% em 2017, com 5.126 mil toneladas entregues – principalmente para a cultura da soja. Os fertilizantes potássicos (K2O) somaram 5.853 mil toneladas distribuídas no ano passado, uma alta de 2,2% resultante do aumento da demanda para soja, cana de açúcar e café.

O ranking dos estados com maior entrega de adubo tem o Mato Grosso como líder absoluto, com o maior volume no período analisado (19,7%), atingindo 6.789 mil toneladas. Na segunda posição vem São Paulo (12,4%) com 4.272 mil toneladas, seguido por Rio Grande do Sul (12,3%) com 4.243 mil toneladas, Paraná (11,9%) com 4.102 mil toneladas e Minas Gerais (11,6%) com 4.002 mil toneladas.

Fonte: Agrolink