Milho

Mato Grosso garante semeadura do milho dentro da janela ideal

03/11/2016

Apesar das chuvas em algumas localidades de Mato Grosso ainda estarem irregulares, os produtores conseguiram garantir que a área estimada de milho segunda safra de 4,24 milhões de hectares tenha potencial para ser semeada dentro da janela ideal que vai até 28 de fevereiro.

Até o dia 27 de outubro, o plantio da soja havia avançado em 67,73% dos 9,368 milhões de hectares destinados à cultura em Mato Grosso. A cada chuva considerada “boa” os sojicultores estão levando as máquinas para as lavouras, porém a regularidade prevista para esse início de novembro ainda não foi sentida.

As projeções de plantio de milho segunda safra dentro da janela ideal são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Segundo o Instituto, com o ritmo dos trabalhos no campo com a nova safra de soja indo bem, tudo indica que isso poderá influenciar na hora da colheita e ao mesmo tempo delinear o milho.

“Foi estimada a janela de semeadura do milho com base na data de semeadura, do ciclo utilizado nas sementes (precoce, normal e tardio), e a previsão semanal da colheita da soja. Com isso, Mato Grosso tem potencial para semear a área total, estimada em 4,24 milhões de hectares, dentro da janela ideal de semeadura do cereal”, explica o Imea quanto ao delineamento do plantio do milho.

Na safra 2015/2016 o milho terminou de ser plantado em Mato Grosso na última semana de março, 30 dias após o fim da janela ideal. Em 25 de fevereiro deste ano o estado havia atingido apenas 65,3% dos 3,4 milhões de hectares destinados a cultura.

A expectativa dos produtores é que as chuvas se regularizem para que as perspectivas de semeadura do milho, bem como de produtividade tanto do cereal quanto da soja se concretizem.

Fonte: Olhar Direto