Suinos

Mato Grosso fortalece exportação de carne suína

Publicado em 17/02/2016

O estado de Mato Grosso vai ter sete novos postos de fiscalização sanitária de produtos de origem vegetal e animal em 2016. A ideia é fortalecer a exportação de carne suína.

As ações vão ser realizadas por meio de uma parceria entre o Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea)  e a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

O anúncio foi feito nessa terça-feira (16) pelo governador em exercício, Carlos Fávaro, durante o Seminário de Defesa Sanitária de Mato Grosso.

Fávaro afirmou que o setor de produção de carne suína no estado tem um grande potencial de expansão.

“Exportamos apenas 1% da exportação brasileira partindo de Mato Grosso. Se temos a matéria-prima mais barata do mundo, por que não conseguimos ser tão eficientes na exportação? Nós vamos nesse sete postos fiscais, interagir e construir espaços para o Indea, para que ele possa também fazer a fiscalização da sanidade animal e com isso garantir certificações internacionais para as carnes mato-grossenses.”

Carlos Fávaro citou que o governador Pedro Taques participa esta semana do Fórum Global para Inovações na Agricultura, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. O objetivo é abrir mercado para os produtos mato-grossenses.

De acordo com a Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso, o estado tem cerca de 140 mil matrizes consideradas tecnificadas, ou seja, animais para reprodução de excelente qualidade comercial. Cerca de 50 mil matrizes são consideradas de criatórios, que não têm o controle sanitário e genético devido. A Associação acompanha esse progresso e orienta os criadores.

No ranking mundial, o Brasil está em 5º lugar na produção de carne suína.

Fonte: EBC