Margem da atividade leiteira melhorou em fevereiro

05/03/2018

O Índice Scot Consultoria de Custo de Produção da Pecuária Leiteira teve ligeira alta em fevereiro. No mês, o índice aumentou 0,5% em relação a janeiro último.

As altas de preços dos alimentos concentrados, com destaque para o milho e o farelo de soja, além dos produtos para sanidade, defensivos e suplementos minerais colaboraram para o incremento do custo da atividade.

Em relação a igual período do ano passado (fevereiro de 2017), os custos da atividade estão 7,6% menores este ano. Com o aumento maior no preço do leite pago ao produtor do que os custos da atividade, a margem da atividade melhorou 1,2 ponto percentual, na comparação mensal.

Foi a primeira reação na margem para o produtor de leite desde julho de 2017.    A expectativa daqui para frente é de que a margem para o produtor de leite aumente, com os preços do leite mais firmes (entressafra) e custos de produção mais controlados, considerando o avanço da safra e menor pressão sobre os preços dos grãos a partir de março. Vai depender do clima e do andamento da safra e disponibilidade interna.

De qualquer forma, atenção ao clima no Brasil e na Argentina, além do câmbio, que são fatores que podem dar sustentação às cotações nesta temporada.

Fonte: Scot Consultoria