Sanitário

Mapa desenvolve várias ações para garantir controle sanitário durante as Olimpíadas

22/04/2016

Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) fiscaliza cargas, bagagens e animais

O Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) desenvolve diversas ações preparatórias para garantir o controle sanitário e a vigilância agropecuária do Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

A biossegurança do Centro Olímpico de Hipismo e a saúde dos cavalos que disputarão as provas equestres estão asseguradas pelo Mapa, cujo trabalho recebeu reconhecimento internacional.

Segundo a coordenadora do Vigiagro, Edilene Cambraia, o trabalho articulado do ministério teve início com a participação em diversos fóruns internos e externos, como a Força-tarefa Casa Civil do Palácio do Planalto; o Comitê Técnico de Operações Especiais; o Grupo Executivo GE Olimpíadas, do Ministério dos Esportes, e o Grupo de Trabalho Olimpíadas, da Secretaria de Defesa Agropecuária do Mapa.

“Adequamos a nossa equipe já existente, reforçando o número de fiscais federais agropecuários para atuarem nas frentes de ação nos aeroportos do Galeão e de Guarulhos. O objetivo é ganharmos celeridade e eficiência na fiscalização das cargas, bagagens, animais atletas e cães guias, dos passageiros, das comissões técnicas, suas delegações e autoridades que ingressarão no Brasil em função dos jogos”, diz Edilene.

Também foram elaboradas normas específicas para garantir o controle sanitário dos cavalos atletas, dos cães-guia e produtos de origem vegetal e animal, tais como os alimentos importados destinados aos atletas e delegações. Todos esses itens estão sujeitos ao controle do Sistema Vigiagro, a fim de evitar entrada de pragas e doenças no país.

Além disso, os Serviços de Defesa Animal e a Fiscalização de Insumos Pecuários da Superintendência Federal de Agricultura do Rio de Janeiro também estão sendo demandados em diversas reuniões e na abertura de frentes de trabalho, como no Complexo de Deodoro (onde ocorrerão as provas hípicas), na Vila Olímpica e no Aeroporto Galeão.

Mais informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação Social
Cláudia Lafeta
imprensa@agricultura.gov.br