Pecuária

Leite é essencial

Segundo ela, isso só acontece nos casos em que a pessoa tem uma alimentação desregrada e rica em gordura. Ela garante que a ingestão, tanto o leite, quanto dos derivados deve ser feita diariamente. “Em uma dieta equilibrada o grupo dos laticínios deve estar presente nas três refeições diárias. As crianças merecem atenção redobrada, pois o crescimento está intimamente ligado à quantidade de cálcio, vitaminas e minerais ingeridos até os sete anos”.

Para aqueles que acham muito três porções diárias de leite, nutricionista Licinia Campos indica derivados como iogurtes e queijos. Mas ela insiste na importância da ingestão do leite e recomenda que crianças até os 10 anos tomem pelo menos três copos ao dia. Já adultos com 25 anos ou mais podem aumentar o número de copos de leite para cinco. Para os que já estão chegando aos 50 anos, a dica é tomar de cinco a seis copos por dia.

De acordo com Luana, o tipo de leite mais indicado para cada pessoa depende da fase em que está vivendo. Para as crianças e adolescentes, o melhor é o integral com teor de gordura mais elevado. “Vale ressaltar que esta indicação é para quem não tem nenhum problema com sobrepeso ou obesidade”.

Já o leite semi-desnatado ou desnatado possui uma quantidade menor de gorduras saturadas, colesterol e um valor calórico menor que o integral. Este é indicado para aqueles que precisam ou querem perder peso. “E também para as pessoas que estão com as taxas de colesterol elevadas”.

A nutricionista Silvia Cozzolino, professora da Universidade de São Paulo, acrescenta que o leite também é rico em nutrientes menos conhecidos como o zinco e o selênio. “O primeiro fortalece o sistema imunológico e favorece a cicatrização e o selênio tem ação antioxidante, isto é, contribui para a integridade celular”.

Além do leite de vaca, há ainda os leites materno, de cabra, de soja, de arroz e vários outros tipos. As nutricionistas garantem que todos eles são fontes de vitaminas e energia, mas recomendam orientação profissional na hora da escolha. Quanto ao leite materno, é o mais completo e funciona como uma vacina, protegendo a criança de muitas doenças. Toda mãe deve amamentar o filho pelo menos até os seis meses e até essa idade, a criança não precisa de mais nada, nem de água. O período de amamentação pode ser estender até os dois anos ou mais.

Tipos

Desnatado – contém baixo teor de gordura. Em 100 gramas de leite existem, no máximo, meio grama de gordura. Apresenta um teor de cálcio e proteínas semelhante ao do leite in natura. É indicado para aqueles que querem uma alimentação pouco calórica.

Integral – contém um teor normal de gordura. Cada 100 gramas de leite tem pelo menos três de gordura. Apresenta um teor de cálcio, gordura e proteínas semelhante ao do leite in natura. É indicado para pessoas que desejam todos os benefícios nutricionais do leite incluindo os das gorduras.

Semidesnatado – contém um teor intermediário de gordura, ou seja, em 100 gramas de leite existem de 0,6 gramas a 2,9 gramas de gordura. Apresenta um teor de cálcio e proteínas semelhante ao do leite in natura. É indicado para pessoas que desejam uma alimentação menos calórica, mas que precisam dos benefícios nutricionais da gordura do leite.

Especiais – são alimentos que apresentam características nutricionais diferenciadas. Os mais comuns são aqueles com adição de ferro ou outras vitaminas, nutrientes que não existem em quantidade expressiva no leite in natura; ou aqueles com baixo teor de lactose, indicados para pessoas que tem dificuldade com a digestão do leite; ou ainda, uma dose aumentada de cálcio; ou os que contêm fibras comuns em vegetais.

Aromatizados – é um produto lácteo, homogeneizado, preparado com leite, açúcar no sabor chocolate ou de outras frutas. Os aromatizados devem conter pelo menos 70% de leite. Este produto é bem aceito pelas crianças e é uma boa opção para lanches.

Materno – é o mais completo de todos. O leite humano é muito diferente dos outros tipos de leite, mas também contém todas as proteínas, açúcar, gordura, vitaminas e água que o bebê necessita para ser saudável. Contém ainda determinados elementos que os outros não conseguem incorporar, como anticorpos e glóbulos brancos. Protege o bebe de doenças e infecções. Isso sem falar na afetividade que envolve o ato de amamentar.

De soja – é uma alternativa para aqueles que não gostam do leite de vaca ou não podem consumi-lo. Feito a partir dos grãos de soja, é de fácil digestão, não contém colesterol e tem menos gordura que o leite de vaca. Tem ainda um baixo teor de glúcidos (açúcares) e não tem lactose (o açúcar natural do leite).

Para vegetarianos que eliminaram produtos lácteos, o leite de soja pode assumir um papel de extrema importância, pela qualidade das suas proteínas. Pode ser consumido puro ou de forma aromatizada.

Elaine Perassoli, jornalista
Fonte: Gazeta Digital