Suinos

Landrace

A raça Landrace foi desenvolvia na Dinamarca entre 1830 e 1840 através do cruzamento do porco nativo com o Yorkshire (Large White) britânico.. Na década de 1880 os criadores de suínos da Dinamarca, que produziam seus animais visando o mercado da Alemanha, resolveram conquistar o mercado britânico que preferia um animal  com manta de toucinho delgada entremeada de carne para a produção de bacon. O trabalho foi melhorado em 1896 com o estabelecimento do primeiro centro de controle governamental, com o objetivo de obter um porco que fosse adequado para o mercado britânico, surgindo o Landrace. Para  conseguir a melhor seleção foi criada em 1907, a estação oficial de pesquisas e testes em Elscominde. Em 1931 o governo da Dinamarca criou o ‘Comitê para a Melhoria da Criação de Suínos’, sendo um dos fatores determinantes do reconhecimento da raça no mundo. Para proteger os criadores locais e os investimentos no desenvolvimento da raça, a exportação de animais vivos desta raça era proibida e só depois do final da Segunda Guerra Mundial é que foi autorizada a primeira exportação para a Suécia. Deles surgiu o Landrace Sueco. A primeira exportação  de Landrace  para a Inglaterra foi em 1949 e em 1953 aconteceu outra de animais registrados. Em 1958 chegaram a Austrália os primeiros animais da raça, provenientes da Irlanda do Norte, Foram 15 fêmeas e cinco machos.

Fonte:  http://stravaganzastravaganza.blogspot.com/2011/05/principais-racas-de-suinos-do-mundo.html