Pecuária

Jovens produtores de leite levarão experiências brasileiras para casa

18/09/15

As diferenças culturais da Guatemala, da Venezuela, do Equador, da Argentina, do Uruguai, do Panamá, da Costa Rica, do México e do Paraguai, além das referências regionais de 12 estados brasileiros, deram um tom mais que especial ao 2º Encontro Pan-americano de Jovens Produtores de Leite, que terminou hoje, em Juiz de Fora (MG). Como resultado, os participantes apresentaram uma Carta de Resoluções do evento (clique aqui para ler). O evento foi realizado pela Federação Pan-Americana de Produtores de Leite (Fepale) em parceria com o Sistema OCB e a Embrapa Gado de Leite. A próxima edição será em 2017, no Equador. A data ainda será definida.

Segundo o presidente da Fepale, Bernardo Macaya, o encontro com o jovem é sempre um estímulo que inspira e promove a continuidade da atividade leiteira. “Estar aqui, neste ambiente repleto de diversidade, nos enche de orgulho e de vontade de trabalhar ainda mais pelo desenvolvimento da cadeia produtiva do leite. Espero que estes jovens possam levar para seus países além de conhecimento, estímulo e vontade de fazer o negócio leite crescer cada vez mais, renovando o vigor da atividade em todos os países pan-americanos”, enfatiza.

O chefe-geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo Martins, também avaliou positivamente o evento, comentando a importância da atuação focada no aspecto social. “O evento trouxe para a agenda do leite a questão da juventude. Permeia os anseios, os sonhos e a vontade de realizar do jovem do Brasil e dos países participantes. As discussões no solo brasileiro, até então, têm focado muito a produção, não as pessoas. Esse evento certamente é um divisor de águas. Transformar as pessoas é o único caminho para transformar verdadeiramente a produção”, conclui.

Para o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, o encontro foi uma grande oportunidade de estabelecer um vínculo entre as delegações dos países pan-americanos. “Não tenho dúvidas de que, ao saírem daqui, estes jovens manterão uma estreita relação uns com os outros, visando o amadurecimento e o aperfeiçoamento da operação da cadeia do leite. Quero agradecer à Fepale e à Embrapa que, junto com o Sistema OCB, realizaram este encontro, de onde surgirão as novas expressões de liderança do setor lácteo pan-americano”, avalia o cooperativista.

TECNOLOGIA – “O encontro foi fenomenal. O conteúdo, a organização e a qualidade das atividades me chamaram muito a atenção. Estamos levando daqui muita coisa que pode ser adaptada para a nossa realidade, como o sistema de produção de leite com gado Holandês, por conta dos avanços tecnológicos apresentados, por exemplo.” Lucas Sanches – Argentina.

INFORMAÇÃO – “Este encontro foi uma das experiências mais incríveis da minha vida. Pude ver muita tecnologia sendo desenvolvida para garantir o desenvolvimento no campo. Vou levar bastante informação e conhecimento na mala. Espero que os próximos eventos tenham mais tempo para aprofundarmos nas questões de maior interesse e, também, que mais jovens participem.” Yomary Elisabeth Leon Loyaza – Equador

SUCESSÃO – “A questão mais relevante do encontro foi a discussão da sucessão familiar. É muito importante que o jovem dê continuidade às atividades que seus pais começaram. Eu já vivo isso. Faço o que gosto. Se o jovem não tiver esse interesse, como será que o futuro da agropecuária? Também destaco no evento a troca de experiências entre os países, estados e instituições. Estou muito contente de ter participado.” Christian Ebone – da cooperativa CCGL, do Rio Grande do Sul – Brasil

As fotos da cobertura do evento estão disponíveis no Flickr da Embrapa: www.flickr.com/photos/embrapa.

Aurélio Prado Peixoto – Jornalista do Sistema OCB
Embrapa Gado de Leite

Telefone: (61) 3217-1525

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/