Manejo

Inovação no manejo da broca-da-cana e qualidade da matéria-prima serão destaques da DuPont no evento

04/07/2016

Palestra da companhia sobre a evolução da tecnologia de controle da broca-da-cana será no dia 13, no Centro de Convenções de Ribeirão Preto

Nos dias 13 e 14 de julho a DuPont Proteção de Cultivos participa da 12º Insectshow – seminário sobre controle de pragas da cana -, que acontece no Centro de Convenções de Ribeirão Preto (SP).  Organizado pelo Grupo IDEA, o evento é uma oportunidade para a atualização profissional e a difusão de tecnologias para controle de pragas da cana-de-açúcar. A agenda contempla casos de sucesso observados nas usinas envolvendo controle químico e biológico e cultural e apresentações conduzidas por renomados pesquisadores.

No dia 13 de julho, a partir de 9h40, o engenheiro agrônomo da DuPont do Brasil, Fábio Carvalho, abordará o tema A evolução da tecnologia de controle da broca-da-cana: opções efetivas de manejo. O foco da companhia será o método inovador desenvolvido por seus pesquisadores para reduzir a pressão da broca-da-cana. De acordo com a DuPont, a aplicação do inseticida Altacor® no sulco de plantio da cana-de-açúcar garante o desenvolvimento inicial livre de brocas e outras pragas. “A planta cresce sem incidência de insetos por mais de 150 dias”, revela o engenheiro agrônomo Christian Menegatti, gerente de marketing.

Ele acrescenta que nas usinas que empregam a meiosi – método que consiste em intercalar outras culturas com o canavial -, o uso de Altacor® na etapa de plantio também favoreceu a produção de mudas sadias, livres da broca.

Altacor® é um agroquímico pertencente à classe das diamidas antranílicas, originário da molécula de última geração Rynaxypyr®. O produto conta com perfil ambiental favorável, baixa toxicidade, alta potência inseticida, ação rápida e prolongado período de controle. No tratamento convencional, a DuPont recomenda realizar uma aplicação do inseticida na safra, tão logo constatada a presença da broca.

Segundo Menegatti, um programa de manejo que visa a qualidade da matéria-prima dos canaviais também estará em foco no estande da empresa, baseado nos agroquímicos Altacor®, Aproach® Prima, Curavial® e FRONT®.

O executivo adianta que o fungicida Aproach® Prima constitui um insumo de ponta, empregado no tratamento foliar da cana-de-açúcar, para controle da ferrugem alaranjada. Já Curavial® possibilita ao produtor acelerar a maturação da cana-de-açúcar, bem como elevar os níveis de ATR no final da safra. No segmento de controle de plantas daninhas, o destaque da companhia será o herbicida FRONT®, recomendado para a época seca. Este produto, diz Menegatti, age sobre um amplo espectro de ervas: braquiárias, capim-colonião, complexo de digitárias, complexo de cordas-de-viola e outras.

Fonte: Agrolink