Soja

Indústrias de soja do Brasil reduzem estimativa de safra e exportação

18/03/2014

A Abiove estima agora estoques de 4,8 milhões de toneladas ao fim da temporada industrial, contra 6,8 milhões do relatório de fevereiro e 2,5 milhões de toneladas em 2013.

“Não chega a ter nenhum problema maior para as indústrias. Ainda fechamos num nível extremamente confortável, razoavelmente alto, após duas safras grandes”.

Problemas no clima

O ajuste de 2,5 milhões de toneladas na projeção de safra feito pela Abiove não chega a ser uma surpresa.

Nas últimas semanas, diversas consultorias já haviam reduzido suas estimativas, por conta de um clima adverso em importantes Estados produtores.

“Foi principalmente no Paraná, um pouco na Bahia, um pouco em Goiás. Junta quatro ou cinco Estados com problemas e dá esse volume de redução”, disse Trigueirinho.

Segundo ele, o Paraná é o Estado “que preocupa mais”, devido a um período seco e de altas temperaturas por período maior que o normal.

Em Mato Grosso, lembrou ele, também houve perdas com o excesso de chuvas, que prejudicou a qualidade da soja.

Em fevereiro, a Abiove chegou a elevar a projeção de safra em 1 milhão de toneladas, porque a coleta de dados que faz junto às indústrias demora algumas semanas e, por vezes, pode não refletir a situação de momento.

Fonte: Reuters
Autor: Gustavo Bonato