Variedades

Indonésia melhora soja com técnica nuclear

18/10/2017

O Ministério da Agricultura da Indonésia anunciou no mês passado que fez um melhoramento de soja usando técnicas nucleares como base de um plano para auto-suficiência.  O Tempeh, prato nacional da Indonésia, é feito a partir da soja e geralmente é consumido com arroz e caldo de carne. Em função do aumento populacional, o país asiático perdeu a auto-suficiência no Tempeh com uma importação de 60% das 2,2 milhões de toneladas de soja consumidas em cada ano.

Para atingir o objetivo de reestabelecer a auto-suficiência, o governo da Indonésia desenvolveu, através da Agência de Energia Nuclear do País, uma produção massiva de sementes. A variedade, chamada de Mutiara 1, foi desenvolvida usando radiação, um processo geralmente usado para gerar novos traços.

“Os produtores preferem a variedade Mutiara porque é tolerante a inundações e submersão, e especialimente porque tem sementes maiores do que as que já estão no mercado”, afirmou Lukman Hakim, o ministro responsável pelo projeto.

A Agência de Energia Atômica Internacional em cooperação com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) apóia o esforço de países como a Indonésia no uso da radiação para desenvolvimento e pesquisa agrícola, incluindo o desenvolvimento de variedades melhoradas de sementes.

O uso da semente já está popularizado em popularidades específicas da Indonésia e teria alcançado aprovação rápida dos produtores. Em alguns casos, o Ministério da Agricultura do país asiático distribui as sementes sem cobrança de taxas.

Fonte: Agrolink