Pecuária

Importação brasileira de lácteos aumentou 81,0% em volume no acumulado do ano

05/10/2016

Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, as importações brasileiras de lácteos tiveram aumento em agosto. O volume totalizou 25,67 mil toneladas no mês. Na comparação com julho deste ano, a alta foi de 7,3%. Para os gastos, o incremento no período foi de 7,9%, totalizando US$65,14 milhões.

O produto mais importado foi o leite em pó. O país importou 16,56 mil toneladas, num total de US$42,90 milhões no mês de agosto. Os maiores fornecedores de produtos lácteos, em valor, foram o Uruguai, com 57,5%, a Argentina com 34,0% e os Estado Unidos com 3,8%.

No acumulado, janeiro a agosto, o país importou 81,0% mais em volume e 40,4% em valor, que igual período do ano passado. Ainda segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, em agosto o Brasil exportou US$19,01 milhões em produtos lácteos.

Na comparação com o mês anterior, o faturamento aumentou 59,8%. O volume embarcado também aumentou. Passou de 3,73 mil toneladas em julho passado para 6,02 mil toneladas em agosto, alta de 61,4%.

O produto mais exportado foi o leite em pó, que somou 4,53 mil toneladas e US$15,47 milhões em faturamento. Os principais compradores dos produtos lácteos brasileiros, em valor, foram a Venezuela (59,8%), a Angola (12,7%) e Filipinas (7,8%).

Na comparação com igual período de 2015, tanto volume como faturamento reduziram de 22,2% e 47,8%, respectivamente. O mês de agosto ficou com a balança comercial brasileira negativa, com US$46,13 milhões de débito, mesmo com a melhora na exportação.

Fonte: Scot Consultoria