variedades

Grupo pesquisa variedades de cana-de-açúcar adaptadas ao clima do Rio Grande do Sul

Objetivo é chegar a produtividades similares às atingidas em São Paulo e Paraná 

RÁDIO GAÚCHA
O projeto conta com profissionais de unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), universidades e empresas sucroalcooleiras. Os materiais genéticos desenvolvidos pelos pesquisadores são resistentes ao frio e à seca. A ideia é reproduzir no Rio Grande do Sul produtividades médias similares a de Estados como São Paulo e Paraná. Os pesquisadores querem criar um complexo para a produção da cana no Estado.
O sistema oferecerá aos agricultores e indústria materiais genéticos adaptados, formas de manejo do solo e da planta e uma logística de cultivo e distribuição. O pesquisador da Embrapa Clima Temperado, Sérgio Delmar dos Anjos, avalia que os resultados, até o momento, têm sido positivos.
– Nossos resultados iniciais têm sido muito interessantes, tanto na área de produtividade em genótipos de cana quanto na parte de adubação, de fixação biológica de nitrogênio, que é uma coisa importantíssima, pois interfere no custo de produção – informa o pesquisador.
A pesquisa é dividida em segmentos. A Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Sul (Fepagro), por exemplo, está cuidando da fixação do nitrogênio. Já na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) são feitos estudos sobre adubação, preparo de solo e fixação biológica do nitrogênio.
Fonte: http://www.portaldoagronegocio.com.br/conteudo.php?tit=grupo_pesquisa_variedades_de_cana-de-acucar_adaptadas_ao_clima_do_rio_grande_do_sul&id=65485