Suinos

Governo publica normas para trânsito de produtos suínos

Publicado em 23/09/2015

Agroin Comunicação – Governo publica normas para trânsito de produtos suínos

Medida faz parte de ações de prevenção contra a Peste Suína Clássica

O Ministério da Agricultura divulgou, nesta semana, novas normas válidas para circulação de suínos, carne, subprodutos e material genético. A medida é valida para a movimentação que tem como destino Acre, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo, Sergipe e Tocantins e aos municípios de Guajará, Boca do Acre, sul do município de Canutama e sudoeste do município de Lábrea, ambos no Amazonas.

De acordo com o governo, a decisão faz parte das ações de prevenção contra a Peste Suína Clássica no território nacional. “Não é permitida a entrada de carnes frescas com ou sem osso, de linguiças frescais, de produtos enformados (hambúrguer, almôndega e outros), de produtos de curta ou média cura (salame, copa e outros) e de miúdos in natura e salgados (língua, fígado, rins, coração, pulmão, pés e outros) e gorduras nessas unidades da Federação e regiões”, diz a nota oficial.

A entrada só será liberada se o produto estiver acompanhado de Certificado de Inspeção Sanitária, Documento de Transportes de Resíduos Animais, Guia de Trânsito Animal ou documento de serviço de inspeção integrado ao sistema oficial e que seja substituto dos demais.

“A entrada de material biológico ou agente infeccioso de origem suína nessas unidades da Federação e regiões, com a finalidade de pesquisa ou diagnóstico, ficará condicionada à autorização prévia do Mapa, exceto quando encaminhado pelo Serviço Veterinário Oficial”, acrescenta a nota do Ministério da Agricultura.

As normas só não serão aplicadas sobre o produto proveniente dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Os dois estados são reconhecidos internacionalmente como livres de Peste Suína Clássica. Catarinenses e gaúchos respondem juntos por 68% das exportações de carne suína do Brasil.

Autoria: Globo Rural