Cadeia Produtiva

Governo eleva para 14% o imposto de importação para borracha natural

Publicado em 18/10/2016

Medida adotada pela Câmara de Comércio Exterior atende reivindicação apresentada pela CNA no ano passado

 

Brasília (18/10/2016) – A alíquota de importação de borracha natural foi elevada de 4% para 14%, com vigência de um ano, conforme decisão tomada pela Câmara de Comércio Exterior (Camex). A mudança atende reivindicação da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), encaminhada ao governo, em junho do ano passado.

Uma das justificativas da CNA para a alteração é o alto custo dos encargos trabalhistas enfrentados pela heveicultura brasileira em relação aos competidores internacionais, casos da Malásia, Tailândia, Vietnã, Índia e China.

No entender da CNA, a elevação do imposto de importação para borracha natural poderá trazer duas consequências relevantes: reorganização da cadeia produtiva da borracha natural no Brasil e o reinício das discussões técnicas capazes de levar à elaboração de um novo Plano de Desenvolvimento da Heveicultura, no decorrer dos próximos 12 meses.

Confira a análise completa no Comunicado Técnico Silvicultura e Agrossilvicultura: http://www.cnabrasil.org.br/noticias/governo-eleva-para-14-o-imposto-de-importacao-da-borracha-natural

Fonte: CNA