Curiosidades

Gastronomia marca presença da Semana dos Alimentos Orgânicos

27/05/15
Neste ano, a gastronomia marca presença na Semana dos Alimentos Orgânicos, com pratos elaborados especialmente para a ocasião e oficinas de gastronomia nas feiras do Circuito Carioca de Feiras Orgânicas.
A Semana dos Alimentos Orgânicos é comemorado em todo o país, entre os dias 25 e 31 deste mês, e o evento foi criado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento com o objetivo de difundir os produtos orgânicos e seus benefícios nutricionais, ambientais e sociais.

Na cidade do Rio de Janeiro, com o apoio do Sebrae, restaurantes do Polo+Ipanema criaram pratos com ingredientes orgânicos especialmente para a ocasião. Alguns deles já adotam alguns produtos orgânicos em seu cardápio mas essa não é regra na maioria deles, em função da falta de variedade/oferta de produtos e do preço elevado. Daniel Machado, do Restaurante Rayz diz que apesar do preço dos produtos, eles se tornam um diferencial, principalmente para o seu restaurante que valoriza a sustentabilidade ambiental. Já o empresário Demétrius Queiros diz que avalia a possibilidade de seu restaurante Fazendola ter um “cantinho dos orgânicos” dentro de seu buffet.

Os chefs de cada um dos restaurantes criaram pratos que percorrem os mais diversos países e sabores. O Banana Jack, como não podia deixar de ser, preparou um prato da terra do Tio Sam: o “Jack Burger Light”, um hamburguer de soja com salada de folhas orgânicas, e o Fazendola criou a “Salada Primavera” com folhas e legumes orgânicos. Já o Lapamaki, elaborou um  “Temaki light” preparado com quinua orgânica, salmão e cream cheese e o Barzin criou a “Salada Bem me Quer”, uma salada orgânica com camarão na tempura e molho teriaki. O Bar do Beto preparou um “Penne ai Brocolis” e o Terzetto Café, fiel às suas raízes: criou uma “Insalata di misticanza orgânica al formaggio di capra”. O frango é estrela no restaurante  Rayz, com seu “Frango Orgânico”, preparado na crosta de pão, purê de baroa com gorgonzola e legumes orgânicos salteados, e no Felice Café, que preparou o “Frango Felice”, um peito de frango grelhado servido com batatas rústicas, mix de folhas orgânicas e molho mostarda.

Depois de provar esse festival de sabores, que tal aprender a preparar alguns pratos saudáveis?  No sábado,dia 30,  nas feiras orgânicas da Tijuca  e Glória, o Sebrae estará realizando oficinas de gastronomia onde receitas simples e saudáveis serão apresentadas e depois o público poderá fazer degustação. A chef do Slow Food – Carol Sá vai ensinar a preparar “Pastinha de Rama de Beterraba” e ” Salada de penne ao pesto de rama de cenoura”. Segundo Carol, a ideia é ensinar as pessoas a elaborarem pratos saudáveis e saborosos e a aproveitar aquelas partes dos alimentos que normalmente são descartados.

“Observa-se uma adoção crescente de ingredientes orgânicos pelos restaurantes. Renomados chefes da gastronomia, nas principais cidades do Brasil, estão adquirindo seus produtos orgânicos diretamente dos produtores, ou fechando parcerias, para assim garantir a compra de alimentos mais frescos, apoiar os agricultores e, sobretudo, obter preços mais em conta que no varejo. Existem casos de alguns chefes que têm seu pequeno sítio ou horta para produzir seus próprios alimentos orgânicos. Os chefes requerem produtos frescos, o que abre a porta para que produtores orgânicos possam oferecer alimentos poucas horas depois de colhidos, do campo à mesa, e apresentem novas variedades que permitam aflorar  a imaginação dos chefes”, diz Sylvia Wachsner, diretora da SNA e coordenadora do projeto Centro de Inteligência em Orgânicos.

Sylvia complementa que as feiras são os sítios de encontro entre os produtores rurais e seus compradores, os lugares de intercâmbio de informações para estreitar laços, estabelecer amizades, descontrair e aprender. “Assim foi na Idade Media e permanece até hoje com as feiras de produtores orgânicos nos diversos municípios”, ressalta.

Confira o cardápio que os chefs dos restaurantes do Polo+Ipanema prepararam:

Banana Jack: Jack Burguer Light (hamburguer de soja e salada house, com ingredientes orgânicos) – R$36,90
Bar do Beto: Penne ai Brocolis (penne com brócolis orgânicos e champignons) – R$38,90
Barzin: Salada Bem me Quer (salada orgânica com camarão na tempura e molho teriaki)
Fazendola: Salada Primavera (salada com folhas e legumes orgânicos) – R$62,90/kg a R$72,90/kg
Felice Café: Frango Felice (peito de frango grelhado servido com batas rústicas, mix de folhas orgânicas e molho mostarda) – R$49,90
Lapamaki: Temaki light (temaki com quinua orgânica, salmão, cream cheese e cebolinha) – R$21,00
Terzetto Café: Insalatta di misticanza organica al formaggio de capra (salada verde orgânica com queijo de cabra, nozes e vinagrete de mel) – R$32,00
Rayz: Frango Orgânico (frango orgânico em crosta de pão, purê de aroa com gorgonzola e legumes orgânicos salteados) – R$46,00

Oficinas de gastronomia nas feiras orgânicas- 30/05

Feira Orgânica da Tijuca –  Praça Xavier de Brito (Praça do Cavalinhos), próxima à estação (final) Uruguai do Metrô
9:30 – Oficina de gastronomia – Chef Carol Sá (Slow food) –
11:30 – Oficina de gastronomia Chef Carol Sá (Slow food)

Feira Orgânica da Glória – Praça Luis de Camões, Rua do Russel
10:30 – Sucos Vivos
11:30 – Oficina de gastronomia – Chef Mariana do Vale e Chef Daniela

Fonte: Agrolink