Leite

Gado girolando é responsável por 80% da produção de leite no Brasil

O cruzamento entre o gado zebuíno gir e o holandês resultou na raça responsável por 80% da produção leiteira do Brasil, o girolando. Genuinamente brasileira, a mistura une rusticidade e produtividade, com animais perfeitamente adaptados ao clima tropical. Vacas que, com alimentação a pasto, atingem 42 litros de leite por dia. A raça surgiu na década de 1940. Já nos anos 1980 começou o controle leiteiro e o registro genealógico dos animais. Do cruzamento do gir com o holandês saem produtos de vários graus de sangue, todos com excelente produtividade se comparados com à média nacional.

O padrão da raça com grau de sangue 5/8 de holandês com 3/8 de gir foi definido em 1989 pelo Ministério da Agricultura e associações representativas. Entretanto, ainda é aceito o registro de animais ½ sangue e ¾. E cada grau determina características, que facilitam a identificação. As principais diferenças podem ser percebidas na cabeça e nas orelhas.

O pecuarista Renato da Cunha Oliveira é criador de girolando há 40 anos. Sua propriedade, a fazenda Baixadinha, no município de Conceição das Alagoas (MG), registra produção diária de 1,6 mil litros de leite. Ele diz que a melhor forma de apontar o grau de sangue de um animal da raça é pela posição das orelhas. O formato da cabeça também muda, mas, só com o toque é possível sentir a diferença.

Conheça a raça: veja as outras matérias da série.

Fonte: http://pecuaria.ruralbr.com.br