Defensivos

Funcafé repassa à Embrapa R$ 2 mi para concessão de bolsas de estudos

31/08/2015

O Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) repassou à Embrapa Café R$ 2 milhões para concessão de cerca de 200 bolsas de estudos para técnicos de instituições de ensino e pesquisa e universidades por intermédio do Consórcio Pesquisa Café. Eles vão trabalhar em 92 projetos de pesquisa e de transferência de tecnologia previstos no Programa Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento do Café (PNP&D/Café).

Os bolsistas atuarão em projetos de pesquisa em cinco áreas: sustentabilidade da cafeicultura de montanha; mão de obra escassa e de alto custo; estresses bióticos (insetos-pragas, fungos, bactérias, vírus e nematoides) e abióticos (déficit hídrico); qualidade e marketing para rentabilidade; e deficiência dos processos de transferência de tecnologia. No início deste mês, o Funcafé repassou R$ 5,5 milhões para execução desses projetos.

O Programa de Bolsas do Consórcio Pesquisa Café reúne profissionais qualificados para atuar em benefício do desenvolvimento sustentável do setor cafeeiro; apoiar o treinamento de estudantes de graduação e pós-graduação nas universidades e instituições consorciadas; e ampliar a capacidade dos produtores, técnicos e pesquisadores no desenvolvimento e adoção das novas tecnologias e conhecimentos gerados.

Anualmente, o programa conta com 186 bolsistas. De 1998 até o primeiro semestre deste ano, já foram concedidas 3.888 bolsas. Os bolsistas acompanham as atividades de aproximadamente 800 técnicos do Consórcio Pesquisa Café.

O repasse dos recursos do Funcafé para a Embrapa Café está no Diário Oficial da União de quinta-feira (27).

Fonte: Min. da Agricultura, Pecuária e Abastecimento